Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Notas sobre o ano letivo

Parabéns ao IPCA

Voz às Escolas

2015-10-05 às 06h00

Hortense Lopes dos Santos

Após o arranque do ano letivo, voltamos a esta coluna, para apresentar, como tem sido hábito, as práticas do quotidiano das nossas escolas.
Começamos com algumas notas sobre o nosso agrupamento de escolas.
Mais uma vez, agradecemos às famílias que todos os anos procuram o nosso agrupamento e esperamos corresponder às suas expectativas com a qualidade que nos é reconhecida.

Não foi possível, o que lamentamos, ficar com todos os alunos que queriam frequentar as nossas escolas, por situações diversas, nomeadamente, ultrapassarem o número de turmas que podemos acolher. Destacamos, desde logo, o elevado número de alunos que frequentam o ensino secundário nos cursos científico humanísticos.

O Agrupamento de Escolas Carlos Amarante está aberto a toda a comunidade educativa e, em especial, aos nossos alunos e respetivas famílias. É cada vez mais visível a preocupação das famílias com o acompanhamento dos alunos, com o seu bem-estar e o quotidiano da escola. Prova disso, foi a presença de muitos pais e encarregados de educação nas reuniões realizadas pela direção, o que agradecemos e nos deixa muito satisfeitos.

Saudamos o envolvimento das Associações de Pais que pretendem levar a cabo diversas iniciativas que valorizam o trabalho conjunto da comunidade escolar. Numa iniciativa inédita, estas Associações produziram uma agenda escolar relativa ao Agrupamento, referente ao presente ano letivo. Esta agenda destaca informações sobre as escolas, o plano de atividades, contribuindo, deste modo, para a divulgação e conhecimento de todo o Agrupamento. Serve também para ajudar monetariamente os nossos alunos Pedro e Gino, das Escolas de Espinho e EB de Gualtar.

Concluídas as duas fases do concurso nacional de acesso ao ensino superior, verificamos, uma vez mais muito orgulhosos, o sucesso dos nossos alunos: 368 foram colocados na primeira e 70 na segunda fase. Elevado número de alunos obteve colocação no curso escolhido na primeira opção e a Universidade do Minho continua a ser a preferida por cerca de sessenta por cento dos nossos agora ex-alunos.

Continuamos a registar a procura de cursos na área da saúde, destacando-se Enfermagem com 31 entradas e Medicina com 21, seguindo-se igual número de colocações em Engenharia Informática, e menor número em Direito, Engenharia Mecânica, Arquitetura, por exemplo. Constatamos, em termos gerais, uma diversificação nas escolhas dos alunos entre os cursos das Universidades e dos Institutos Politécnicos.

Queremos salientar que o acesso ao ensino superior está diretamente relacionado com os resultados apresentados nos exames nacionais. Mais uma vez, os nossos alunos obtiveram resultados superiores à média nacional na maioria das disciplinas. Sem alarido, com exigência, esforço, dedicação e empenho de todos - alunos, professores, pais e funcionários - podemos desde já afirmar que os resultados dos nossos alunos falam por si.

Os bons resultados são a marca da nossa escola, agora agrupamento, e esperamos que no presente ano letivo melhorem ainda mais.
Neste sentido, contamos e agradecemos, desde já, o empenhamento e trabalho, muito trabalho, de todos.
BOM ANO.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

19 Dezembro 2018

O que nos distingue

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.