Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Notícias más é o que há mais...

Artistas que Monserrate viu nascer

Notícias más é o que há mais...

Ideias

2019-07-15 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Se formos à procura de boas e más notícias no motor de busca Google, ficamos logo a saber que as más é que contam, o que é mau... (pelo menos para mim, que gosto sempre de boas notícias ou notícias boas. De receber e de dar e de dar pela positiva).
Quando colocamos no Google ‘notícias más’ aparecem logo mais de dois biliões e meio de resultados (2.690.000.000) e a primeira notícia pertence ao ‘Notícias ao Minuto’ e diz: “próximo Huawei? temos boas e más notícias...”. É curioso: na pesquisa das notícias más aparece primeiro a boa e depois a má. Como se entende? Bem o melhor é não puxarmos muito pelos neurónios. Continuemos a pesquisa. Se a palavra for ‘más notícias’, então a pesquisa dá-nos um total de dois mil e 300 milhões e a primeira que aparece é da TVI24: “combustíveis: más notícias para o bolso na próxima semana”.
Deixemos as más notícias e vamos à procura das boas. Vai ter alguma surpresa? Não, já estávamos à espera do resultado que vamos dar: há muito mais notícias más do que boas notícias.
Se colocarmos no motor de busca a dupla palavra ‘notícias boas’, só nos chegam 129 milhões. Se insistirmos e colocarmos ‘boas notícias’, o número diminui para 106 milhões. Voltamos à carga e fizemos a procura por ‘notícias positivas’... só aparecem 111 milhões de boas notícias.
O melhor é não procurar mais, a diferença é profundamente abismal. Aqui está mais uma prova de que as notícias más são as mais procuradas as que mais existem e as que são mais lidas. É pena, mas é o que temos...
Só um detalhe: estes dados foram retirados na sexta-feira, não significa que sejam exactamente os mesmos hoje. Mas que há mais más do que boas notícias, isso não há dúvidas!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.