Correio do Minho

Braga, terça-feira

O mês de junho no Escutismo Católico Português

Desprezar a Identidade, Comprometer o Futuro

Escreve quem sabe

2014-06-06 às 06h00

Carlos Alberto Pereira

1. A Peregrinação diocesana ao Sameiro, marcou o arranque do mês de junho, rico em eventos para o Corpo Nacional de Escutas, pelo que a participação dos escuteiros nesta peregrinação, não podia deixar de ser um ótimo pronúncio para a forma como deverá decorrer este mês que anuncia os acampamentos de verão, a atividade emblemática do escutismo, por ser o espaço de eleição para a aplicação do método escutista.
O tema da peregrinação deste ano: «Com Maria, professamos a nossa Fé!», para quem proclama a Virgem como «Maria, Mãe dos Escutas» ter esta oportunidade educativa, pelo testemunho de vivência, perante as crianças e os jovens que são confiados ao escutismo, perante aqueles que os confiam e ainda perante as comunidades que acolhem os Agrupamentos de escuteiros, é algo que não se pode desaproveitar.
Se é verdade que um peregrino é sempre um ser humano que, através da oração, parte em busca de algo que o leve à comunhão com Deus, também não deixa de ser verdade que esta peregrinação, em particular, permite tempos de oração individual, mas sobretudo permite a oração partilhada, «Digo-vos ainda: Se dois de entre vós se unirem, na Terra, para pedir qualquer coisa, hão-de obtê-la de meu Pai que está no Céu. Pois, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, Eu estou no meio deles.» (Mt 18, 19-20).
A Fé de Maria sustentou-se sempre na vida de dedicação aos outros, também neste capítulo, a subida ao monte do Sameiro permite este serviço gratuito aos outros, desde logo no assumir das tarefas distribuídas no interior das comunidades paroquiais em movimento, na distribuição de água e nos cuidados aos peregrinos que, fruto das suas fragilidades, vão sentindo que as forças lhe faltam para o caminho. De igual modo, no recinto do Santuário, durante os tempos de oração, o apoio aos que necessitaram de água ou de transporte para serem socorridos no posto de socorros instalado, permite a vivência mariana de disponibilidade para os outros.
É esta Fé, ancorada na oração, mas materializada em obras a favor dos outros, veja-se, dos mais necessitados, que aprendemos com Maria e da qual queremos dar testemunho.

2. No dia cinco deste mês, o Núcleo de Braga - que está de parabéns, pois comemorou o seu 55º aniversário sob o Lema «Liderança ao estilo de Jesus Cristo», recorde-se que esta estrutura de gestão intermédia do escutismo, para além do concelho de Braga, apoia ainda os territórios de Amares e de Terras de Bouro, sendo composta por 45 Agrupamentos com 1.930 crianças e jovens e 473 adultos voluntários.
Esta predisposição de fidelidade às origens: «também o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir (...)», (Mt 20, 28) ilustra bem importância social da Missão das estruturas de gestão e dos adultos no Escutismo: o serviço gratuito aos outros.

3. Nos próximos dias sete e oito realizar-se-á, em Braga a Cimeira Ibérica do Escutismo Católico, onde participarão as estruturas nacionais do Movimento Escutista Católico de Espanha e do Corpo Nacional de Escutas para coordenarem as suas ações no âmbito da estratégia da Organização Mundial do Movimento Escutista e da Conferência Internacional Católica do Escutismo, mas também para planear atividades conjuntas, visando a promoção da cidadania nacional, ibérica, europeia e universal para a construção de um mundo melhor.

4. Finalmente, a onze de junho, a formalização da candidatura do português, João Armando, ao segundo mandato no Comité Mundial da Organização do Escutista. Na Peregrinação do passado dia um, rezei para que Deus lhe guarde a sabedoria, a dedicação e a humildade que sempre o acompanharam ao longo da sua vida.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.