Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

O mito do roubo de trabalho

O espantalho

O mito do roubo de trabalho

Ideias

2018-12-17 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Hoje é dia de mais um mito ser desfeito: os trabalhadores da UE estão a roubar os postos de trabalho aos trabalhadores nacionais? Mentira.
A brochura ‘Bolas de Bruzelas explica: a livre circulação de trabalhadores colmata as lacunas de competências e proporciona uma valiosa contribuição para a economia europeia. Graças à livre circulação dos trabalhadores, qualquer pessoa, a partir de qualquer país da União Europeia, poderá viajar e viver noutro Estado-Membro. A liberdade de circulação é uma oportunidade para TODOS, em função da sua situação pessoal e de competências e planos de carreira e não apenas para os países da UE menos favorecidos.

Sabia que?
... Em 2015, de uma população de mais de 500 milhões, pouco menos de 11,3 milhões (3,7%) de cidadãos da UE-28 em idade activa (20-64) residiam noutro Estado-Membro que não o seu país de origem?
... Quanto a cidadãos da UE a residir noutro Estado-Membro, sabia que os cidadãos polacos estão entre as cinco principais nacionalidades de estrangeiros em 10 Estados-Membros? Os alemães ficam em nono lugar e os italianos e os romenos em oitavo lugar.
... Existem 1,3 milhões de trabalhadores transfronteiriços, representando 0,6% do emprego total da UE.
... A lista dos países com as maiores quotas de trabalhadores da UE-28, em 2015, relativamente à população são o Luxemburgo (43%), Chipre (15%), a Irlanda (10%) e a Bélgica (9%).
... Em cooperação com os Estados-Membros, a União Europeia gere a plataforma EURES, que fornece informações, serviços de aconselhamento e correspondência entre oferta e procura de emprego.
É preciso dizer mais alguma coisa? Acho que não. Mais um mito desfeito.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho