Correio do Minho

Braga,

- +

O simbolismo inestimável do Dia da Europa

Ser ou não ser

O simbolismo inestimável do Dia da Europa

Ideias

2022-05-12 às 06h00

Alzira Costa Alzira Costa

Na passada segunda-feira, dia 9 de maio, comemorou-se o Dia da Europa – um dia comemorativo para assinalar os valores europeus e relembrar a importância da União Europeia para assegurar a paz e o desenvolvimento económico de todos os europeus. Precisamente a 9 de maio de 1950, o então ministro dos Negócios Estrangeiros Francês Robert Schuman proferiu um discurso no qual propunha a criação de uma organização supranacional que aproximasse os povos europeus.
A “Declaração de Schuman” marcou um dos momentos mais importantes do século passado. A proposta de criação de uma organização supranacional foi mais do que uma mera tentativa de colaboração económica entre países devastados. A Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA) representou o primeiro passo para a integração europeia, que perseguiu dois objetivos principais: a unidade europeia entre os Estados-Membros (EM) em todos os aspetos; e a segurança e defesa da Europa no início de uma Guerra Fria.
A criação da CECA representou, para a época, uma proposta pragmática, com respostas ambiciosas e vanguardistas. Com este projeto, pretendia-se, sobretudo, “uma pacificação europeia que tivesse como fundamento uma Europa organizada”, pois, segundo Robert Schuman, “a falta dela (uma Europa organizada) só levaria a uma nova guerra”. Desde a criação da CECA, os países europeus acostumaram-se a um clima de paz sem igual em toda a história da Europa! Até agora, a UE viveu mais de 70 anos em paz entre os EM, que, no passado, eram rivais seculares.
Para cumprir esses objetivos, os líderes europeus encontraram uma solução que impulsionaria a cooperação: o carvão e o aço. Além disso, eles vêem no carvão e no aço a oportunidade de recuperar a Europa das cinzas, supervisionada por uma autoridade supranacional (que atuaria de forma independente e composta por personalidades independentes escolhidas pelos governos) e aberta a aceitar todos os países que estivessem dispostos a aderir, em igualdade de condições, rumo a uma Comunidade Europeia.
Deste modo, Bélgica, Luxemburgo, Itália e Holanda decidiram aderir a esta organização com o objetivo de chegar a uma Federação Europeia.
A União Europeia (UE) deixou de se limitar apenas às políticas energéticas e reúne agora uma ampla gama de setores económicos essenciais para a sociedade, como o apoio aos setores agrícola, piscatório, coesão, ou de saúde pública; o apoio à educação através de programas como o Erasmus é inegável, e a criação e desenvolvimento de infraestruturas capazes de promover uma maior coesão económica, social e territorial em toda a zona económica ultrapassa largamente os objetivos até então praticados. Eliminaram-se fronteiras e integraram-se os mercados (físicos e digitais), permitindo aumentar os fluxos comerciais e, desta forma, trazer à mesa dos cidadãos europeus um leque de escolhas e itens diferenciados que, de outra forma, seriam completamente impossíveis; passamos de um Parlamento Europeu composto por deputados das assembleias nacionais para um hemiciclo democraticamente eleito pelos cidadãos europeus, dando legitimidade a sua voz a nível euro- peu, assim como tentando prosseguir com as preocupações dos cidadãos, reforçando o apelo a uma Europa mais sustentável a todos os níveis.
Por isso, celebrar o 9 de maio é muito mais do que celebrar a criação da UE. E sim, a UE tem muita influência no nosso quotidiano, sobretudo para os mais jovens que estão devidamente adaptados a um mundo global que não conhece fronteiras, tal como os pais fundadores da União Europeia, outrora, sonharam!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

21 Maio 2022

Uma rua. Três Museus.

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho