Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

O Sol é para todos

A Árvore da Vida

O Sol é para todos

Voz às Escolas

2022-09-28 às 06h00

Paulo Antunes Paulo Antunes

Recomeça a escola num país que teve 25 ministros da Educação em 48 anos de democracia. Os diagnósticos há muito estão feitos e parafraseando Salgueiro Maia, é “o estado a que chegámos”.
A SEDES (Associação para o Desenvolvimento Económico e Social) apresentou recentemente um livro muito interessante, onde está plasmada a ambição do título do livro, que é o de duplicar o PIB de Portugal em 20 Anos. De facto, as escolas são personagens principais nesta ambição, como pilar essencial no sucesso de qualquer nação. No entanto, só com uma educação de qualidade, valorização efetiva dos recursos humanos na educação e forte capacidade de reter os talentos em Portugal, poderemos almejar tão ambicioso sucesso.
Neste arranque, mantemos inalterado o forte desejo de apoiar a comunidade educativa de todas as formas possíveis, na senda de um impacto positivo na saúde mental e física de todos (ética do cuidado).
Terminada a pandemia, sentimos agora os impactos económicos de um conflito armado na Ucrânia, olhando para o futuro com esperança renovada e otimismo de que a vida vai melhorar e vamos continuar a trabalhar com todos os nossos parceiros, para fazermos a diferença na nossa comunidade educativa.
Relativamente aos desafios elencados em janeiro de 2022 para AE Maximinos, em jeito de balanço, podemos afirmar que ocorreram avanços relativamente às obras da EB23 Frei Caetano Brandão, constando finalmente do mapeamento de edifícios escolares a intervencionar, com reuniões preparatórias de auscultação, acerca da proposta de projeto de arquitetura. De assinalar ainda, que os laboratórios da ES Maximinos, se encontram em fase de obra, iniciada na passada semana e que a transferência de competências tem assumido uma feição de descentralização, de forma colaborativa e não de municipalização.
Os desafios para o presente ano letivo centram-se nomeadamente:
1. Continuação da recuperação de aprendizagens pós COVID, com promoção do sucesso escolar assente em aprendizagens significativas, continuando a fortalecer a proteção do direito à educação, através da implementação de soluções diversificadas de acordo com os recursos e estruturas do agrupamento e seus parceiros;
2. No futuro do nosso Território Educativo de Intervenção Prioritária, já que nos preocupa o atraso no início do lançamento da candidatura financeira à 4.ª fase TEIP;
3. No crescimento do número de alunos com a interculturalidade subjacente: a população escolar aumentou em 12% relativamente ao ano letivo anterior, devido ao aumento dos fluxos migratórios, sobretudo do Brasil; o ensino articulado da música e dança que capta cada vez mais alunos; e alunos refugiados que têm sido acolhidos nas nossas escolas. 26% dos alunos do AE Maximinos são oriundos de 31 diferentes nações, nomeadamente do Brasil, com uma enorme representatividade (16%). A frequência destes alunos, pertencentes a diversas culturas, constitui também um desafio para a equipa diretiva, que assume a incumbência de facilitar os processos de integração escolar destes alunos, pertencentes a culturas minoritárias, apoiando os professores nesta tarefa educativa através de estratégias e ferramentas, que assentam em dois pilares essenciais, a atenção à diversidade dos alunos por parte de todos e a importância do agrupamento como estrutura básica de inovação, progresso educacional e “elevador social”.
Nelson Mandela colocou a educação como um dos principais temas da sua agenda: “A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o Mundo”. Bom Ano letivo!

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

05 Dezembro 2022

IncluIR +

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho