Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +

Oportunidades

A Galinha fala de choca

Oportunidades

Ideias

2022-12-09 às 06h00

Margarida Proença Margarida Proença

Um neuropsicólogo norte americano chamado Mario Martinez desenvolveu uma teoria, que apelida de biocognitiva, segundo a qual o processo de envelhecimento é influenciado pela personalidade das pessoas. Assim, explica que “o sistema imunológico responde melhor quando vivenciamos situações de cooperação do que situações de brigas com outras pessoas”. Nesta linha de abordagem, os indivíduos são vistos como um “campo bioinformacional” inseparável da personalidade e da história cultural. Daí, que seja importante descobrir na vida novas oportunidades, fazer coisas novas, criando novos interesses. No fundo, mantendo uma perspetiva positiva.
Com os devidos cuidados perante este tipo de teses, porventura ainda sem suficiente confirmação científica, é interessante lembrar que inúmeros trabalhos de gestão têm, de uma forma consistente, sublinhado a importância de identificar oportunidades e atuar rapidamente no sentido de as aproveitar. Tal exige comportamentos que muitas vezes não caracteriza a nossa cultura, mais aberta a antecipar desgraças. Vejam-se, por exemplo, muitos comentários que foram surgindo depois da vitória da Seleção face à Suíça, argumentando que a seguir tudo irá certamente correr mal… Ou o desrespeito face a uma carreira absolutamente notável como a de Ronaldo numa fase difícil da sua vida, de mudança de paradigma.
Desbloquear novas oportunidades e evoluir desempenha um papel indiscutível e fundamental para se manter competitivo. Nem tudo sempre correrá bem. E nestes casos, é fundamental compreender porquê, ver se é uma lacuna que vale a pena explorar. Ouvir os outros, integrando opiniões e sugestões, expandir a oferta, aumentar a exigência.
Braga tem um leque alargado de vantagens comparativas. A população residente aumentou claramente na última década, para o qual contou também um acréscimo de quase 6% na proporção da população residente de nacionalidade estrangeira, contribuindo assim para ganhos em termos de diversidade cultural. Apresenta um índice ainda elevado na proporção de jovens, e conta com oferta educativa de qualidade em todos os níveis de ensino. 30% da população tem o ensino superior e quase 54% o ensino secundário completo. O emprego no setor terciário foi claramente reforçado nesta década, o que traduz também o nível de escolaridade mais elevado dos trabalhadores. Quanto aos movimentos pendulares, isto é, o tempo necessário, em média, para chegar ao local de trabalho ou estudo, é menor em Braga (17,60 min) do que em Lisboa (22,26), ou no Porto (20,33). Tudo isto oferece condições para uma efetiva maior eficiência.
Claro que com esta evolução positiva foram criadas mais exigências. Mais diversidade de pessoas e nível formativo mais elevado normalmente são correlacionadas com necessidades suplementares em termos culturais de qualidade. Há muitos estudos que indicam que para que o grau de atração se mantenha e porventura se eleve, são necessários planos de urbanização bem desenhados, com regras claras na organização dos fluxos de transporte público e privado, com zonas verdes que contribuam para uma maior qualidade do ambiente e onde apeteça passear. Onde exista atividade cultural diversa, mas consistente e contínua, aberta e integradora. Criando novas oportunidades permitindo que a cultura, a par do conhecimento, da informação e da tecnologia, assuma cada vez mais um papel preponderante como fonte de produtividade, riqueza e qualidade de vida.
Dizia Kotler , em 1993, que os lugares são mais do que espaços e tempo, são “pessoas, culturas, heranças históricas, ativos físicos e oportunidades” .

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho