Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +

Os brinquedos as crianças e as personagens de animação

Uh Uh, os meus óculos de Sol- Novas regras balneares durante a pandemia

Os brinquedos as crianças e as personagens de animação

Ideias

2019-12-26 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

O Natal já passou. Sinónimo de prendas acaba por ser um mundo para as crianças. Mas muitos dos presentes que oferecemos aos mais novos estão cheios de violência, sejam jogos de computador, consolas, etc, sejam mesmo histórias com títulos que dizem tudo, género, ‘Capuchinho vermelho’ ou ‘Ali Babá e os 40 ladrões’. Li muitas histórias sobre o assunto e as redes sociais retratam as personagens centenas de vezes.

Vejamos o que alguns dizem num completo mundo de contradições:
...Desde pequeninos vimos o Tarzan andar nu; a Cinderela chegava à meia-noite; o Pinóquio mentia muito; o Aladino era ladrão; o Batman conduzia a 320km/h; a Branca de Neve morava com sete homens; o Popeye fumava algo muito estranho e ficava alterado; Cebolinha falava tudo mal; a Magali era gulosa; o Mickey nunca casou com a Minie; o Pato Donald também não casou com a Margarida, não trabalhava e os três sobrinhos faltavam sempre às aulas; o Tio Patinhas era um grande forreta; o Gastão vivia da sorte; o Dick era vigarista e vivia de falcatruas.”

Estes são apenas alguns exemplos que tivemos desde pequenos... e que passam de gerações em gerações e hoje em dia acrescidos com centenas e centenas de jogos de guerras, cada um com a sua inovação e sofisticação para ‘vencer’ a guerra mais depressa. Depois queixamo-nos de tanta violência, de um mundo mau, de um mundo sem referências, de um mundo isolado e colado nas tecnologias. Fomos nós que o criamos. Temos é que mudá-lo. E as nossas crianças merecem um mundo melhor. Basta ensinar o que é bom e não dar o que não presta!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

02 Junho 2020

O PS e as presidenciais

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho