Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Os resultados dos nossos alunos

Um convite da Comissão Europeia para quem gosta de línguas

Voz às Escolas

2011-11-07 às 06h00

Hortense Lopes dos Santos

Os artigos que tenho escrito para o ‘Correio do Minho’ pretendem, regra geral, apresentar o quotidiano da ESCA.
À semelhança do que fiz outras vezes, hoje, apresento a toda a comunidade escolar e ao público em geral, os resultados dos nossos alunos, refletidos nos exames nacionais e consequente acesso ao ensino superior.
A publicação dos resultados do acesso ao ensino superior causa muita expectativa nos alunos, nas famílias e naturalmente na escola.

A nossa expectativa cumpriu-se - os resultados do acesso ao ensino superior, à semelhança dos outros anos, refletiam os resultados nos exames nacionais e que consideramos muito bons.
Vejamos os números. Na 1.ª fase estavam inscritos 970 alunos para realizar exame e tencionavam candidatar-se 652 (67%). Destes apresentaram candidatura 385 alunos (59%).

Foram colocados na 1.ª fase 362 alunos, correspondendo a 94%. Por opção, verificamos que 201 alunos (56%) foram colocados na primeira opção; 67 (19%) foram colocados na segunda opção; 36 (10%) foram colocados na terceira opção; 24 (7%) na quarta opção; 19 (5%) na quinta opção e na sexta opção 15 (4%).
Estes números superam os resultados de 2010, o que tínha-mos ambicionado e que poderão comparar.

Relativamente à colocação por curso, os resultados são consentâneos com o previsto. Assim, temos em conta os 15 cursos mais frequentes e na 1ª fase, a ESCA colocou 21 alunos em Medicina, 13 em Enfermagem, 12 em Engenharia Mecânica, 10 em Economia e em Psicologia, 9 em Engenharia Biológica, em Biologia Aplicada e em Educação Básica, 8 em Design Industrial, 7 em Ciências da Comunicação, em Direito, em Tecnologias e Sistemas de Informação e em Arquitectura e 6 em Ciências do Ambiente (regime pós-laboral).

A Universidade do Minho continua a ser preferida pelos nossos alunos: 207 na 1.ª fase da colocação e 43 na 2.ª. Acrescento que é nesta universidade que está matriculado o melhor aluno da ESCA (19,9 valores).
Associado aos resultados dos exames nacionais também foram publicados os rankings das escolas básicas e secundárias.
Estes resultados são recebidos pelas escolas com alguma expectativa.

Os professores não trabalham a pensar nos rankings mas, poderemos dizê-lo, a pensar nos exames nacionais e a preparar os seus alunos para o melhor desempenho. Para os alunos, o ingresso no ensino superior e no curso pretendido é mais importante do que a ordenação da sua escola no ranking.
Mas não ficamos indiferentes aos resultados dos rankings. Analisadas as diversas publicações, verificamos que continuamos bem posicionados relativamente às escolas do distrito, tendo em conta o elevado número de provas realizadas e os resultados obtidos.

Muito se escreve sobre este tema e como devem ser apresentados os rankings. Como se lia num semanário nacional (Expresso) e passo a citar: “… é preciso fazer a ressalva: não tem o mesmo “mérito” alcançar uma média boa com uma centena de exames e atingir a mesma classificação com um milhar de pro-vas. Neste sentido, o destaque podia ser dado, por exemplo, às secundárias Carlos Amarante (Braga) e Alves Martins (Viseu), ambas com mais de 100 exames realizados e médias na ordem dos 11,5.”

A análise dos rankings deverá ser feita à luz de variáveis que o grande público não apreende - número e diversidade das provas de exame, características do público-alvo, etc.
Para nós, a posição no ranking é um elemento mais a ter em conta na orientação da ESCA, como escola inclusiva de excelência.

Na ESCA continuaremos a afirmar, orgulhosos, que somos a melhor Escola.
Tudo ponderado, estando embora satisfeitos com os resultados alcançados, que muito devem ao elevado profissionalismo do corpo docente da ESCA, temos como metas inscritas no nosso Projeto Educativo a melhoria dos resultados.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

15 Outubro 2018

Greve

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.