Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +

Papa Francisco e as imagens “vergonhosas”

Uh Uh, os meus óculos de Sol- Novas regras balneares durante a pandemia

Ideias

2017-04-18 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

“Cristo, o nosso único salvador, regressamos a ti também este ano com o olhar baixo de vergonha e o coração cheio de esperança. Vergonha por todas as imagens de devastação, de destruição e de naufrágio que se tornaram normais na nossa vida”. As palavras são do Papa Francisco e foram proferidas na sexta-feira depois de presidir ao ritual da Via Sacra, no Coliseu de Roma.

E... tem toda a razão. E o problema é que não sabemos onde este Mundo vai parar ao assistirmos todos os dias a notícias como as que o Papa descreve. E, só nos últimos dias, para além dos Estados Unidos terem lançado no Afeganistão a “mãe de todas as bombas”, já assistimos aos Estados Unidos a avisarem que podem atacar a Coreia do Norte se esta testar armas nucleares ou, então, ao referendo na Turquia que, não fazendo mortes, praticamente dá poder absoluto ao actual presidente Tayyip Erdogan... o mesmo é dizer que regressam à ditadura.

De facto, não se sabe porque pensa assim este Mundo... Porque pensa em populismos e extremismos a Europa? E ainda mais quando esta é invejada por todos os outros povos do Mundo, quando aqui existe paz, segurança e a acção social é a melhor do planeta? De facto há muita coisa que não se entende.
Mas... entende-se porque as televisões, as rádios e os jornais mostram as tais imagens de devastação, de destruição, de naufrágio, de assassinatos, notícias de faca e alguidar... Para além do dever de as mostrar, exploram-nas ao máximo porque têm telespectadores, ouvintes e leitores. Caso contrário não o faziam com tanta insistência. A imprensa mostra e dá aquilo que o público quer. É preciso não esquecer isso. E, infelizmente, quem quer ver a desgraça e a violência é a maioria. Porque será?

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

02 Junho 2020

O PS e as presidenciais

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho