Correio do Minho

Braga, sábado

- +

Picoto Park, um parque ecológico

Assim-assim, ou assim, sim?

Picoto Park, um parque ecológico

Ideias

2019-04-03 às 06h00

Pedro Machado Pedro Machado

Tive o gosto de estar presente na inauguração da nova atração da cidade de Braga, o Picoto Park.
E foi com grande satisfação que constatei que este parque aventura, que proporciona, para além das atividades lúdicas, uma fantástica vista sobre a cidade de Braga.
Com muito contentamento verifiquei também toda a preocupação ecológica com que o mesmo foi concebido e sobre a qual irá funcionar. Os equipamentos foram construídos com recurso a materiais recicláveis e sustentáveis: madeiras, cordas e reutilizando vários objetos, como cadeiras. Pequeno pormenor, mas de enorme importância, as bebidas são servidas num único copo reutilizável e este tem de ser cada vez mais o modus operandi das grandes infraestruturas e eventos culturais e recreativos: o  “ecocopo”. Esta utilização de um único copo em todo o parque de diversão, leva a que os utilizadores compreendam que o melhor resíduo é aquele que não chega a ser produzido. Num parque tão voltado para as crianças e jovens, eles começaram a habituar-se a estas questões da redução, reutilização e reciclagem.
Por tudo isto, o Picoto Park insere-se completamente na paisagem envolvente e irá, com certeza, ser um veículo de educação para a sustentabilidade, cada vez mais necessária.
Desde 2009 que se começou a tentar implementar no Picoto a ideia de se tornar um parque da cidade com a construção da ciclovia e dos percursos pedestres e agora, com este Picoto parque, foi ainda, reforçada.
Desde essa altura que defendo que poderia pensar-se numa ligação entre os 3 parques, por exemplo, através de uma ciclovia entre as Camélias, passando pelo Parque da Ponte, até ao Picoto. Pessoalmente, desde há décadas que sou defensor de que o muro à volta do parque da ponte deveria deixar de existir para que ficasse um espaço ainda mais amplo, desde a Avenida da Liberdade, ligando estas três áreas de lazer, de modo a unificá-las. Assim, considero que o parque Picoto, o parque das Camélias e o parque da Ponte, seriam o verdadeiro Parque da Cidade!
Penso que os bracarenses têm o dever de apoiar este projeto, frequentando-o, aproveitando para usufruir do Picoto que sempre mereceu ser usufruído pela população.
Desejo os maiores sucessos para este empreendimento, que consiga atingir e superar todos os objetivos iniciais e que, efetivamente, o picoto ganhe outra dinâmica, possibilitando inclusive a implantação de outros projetos.
 

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.