Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Primavera Pascal - o Renascer da Esperança

Uma ideia de humano sem história e sem pensamento?

Escreve quem sabe

2016-03-25 às 06h00

Carlos Alberto Pereira

No passado dia 20, às 04h30, hora de Lisboa, deu-se o equinócio da primavera, o momento em que o Sol, no seu movimento anual aparente, passa no equador celeste, explicava o Observatório Astronómico da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Este é o momento escolhido para anunciar o início da primavera no hemisfério norte. Dizia-se, no meu tempo de escola primária, há mais de 50 anos, que a Primavera é a rainha das flores, hoje dizemos que é o ciclo em que a natureza renasce mais pujante e portadora de esperança.
Nesse mesmo dia celebrou-se o terceiro aniversário da morte do Monsenhor Américo Ferreira Alves, um dos escuteiros mais genuínos que conheci. Homem e Sacerdote de uma visão impressionante, carregada de um saber verdadeiramente invulgar, mas sempre pautada pela humildade do serviço aos outros, à Igreja e a Deus.
O Padre Américo, como é conhecido nos escuteiros esteve na fundação do Clã 8 do seminário conciliar e foi o primeiro chefe de Clã. Assistente regional de Braga durante longos anos e quando em janeiro de 2001 foi substituído no cargo pelo Cónego António Macedo, o Senhor Dom Jorge Ortiga nomeou-o Assistente honorário e vitalício da Junta Regional de Braga, facto que muito agradou aos escuteiros de Braga, pois desde há muito tempo que consideravam o Padre Américo a “alma mater” desta Região escutista.
Esta semana termina com o Sábado de Páscoa e por isso quero levar, especialmente aos escuteiros, o extrato de um texto do Assistente Regional Adjunto, o Padre Marcelino Ferreira, escrito para o tempo quaresmal de 2001, pela atualidade dos desafios de vida que lança:
«A Primavera e a Páscoa vão, pois, iluminar o programa dos próximos meses.
Por isso, em grito ALERTA ESCUTEIROS, vamos viver a Primavera Pascal.
Aos Assistentes, empenhados na pastoral da Quaresma e Páscoa, proponho que apostem na formação espiritual dos outros dirigentes.
Aos Dirigentes leigos lembro que é altura de acertar com o Assistente todo o programa da vivência da fé, sem esquecer o sal da pedagogia ativa do escutismo.
Aos Caminheiros sugiro que procurem iluminar as suas caminhadas com os «holofotes» da Ressurreição de Jesus Cristo, com S. Paulo, o caminheiro convertido.
Aos Pioneiros peço que experimentem chamar Outro, o Eterno Jovem, para o empreendimento em que estão envolvidos.
Aos Exploradores lembro que a maior aventura é encontrar Jesus e fazer d’Ele o Guia de Patrulha, o Amigo de sempre.
Aos Lobitos e Lobitas, cheios de imaginação e de sonhos, lembro para, logo a seguir à Festa da Páscoa, convidarem Jacinta e Francisco a entrarem para a Alcateia. Com estas crianças irão aprender a rezar, a brincar e a fazer muitos amigos.»
É certo que esta semana foi marcada por novos ataques terroristas, desta vez na Bélgica, mas bem poderiam ter sido noutro país, até mesmo na nossa Braga quaresmal. Por isso, e todos nós sabemos que, não é com mais violência que se combate a violência, mas sim com tolerância, integração e amor. Este é precisamente o “programa” para que os nossos “farricocos” nos convidam: perdoar e ser perdoado.
Façamos com que esta primavera, marcada a «ressurreição» da natureza, seja também «ressuscitada» entre os homens, com novos perfumes e cores da compreensão, da tolerância e do perdão, abrindo espaço a novos tempos de Justiça e Paz.
Gostaria de terminar com os votos de uma Santa Páscoa, alicerçados numa ideia mobilizadora, deixada pelo Padre Américo nas suas bodas de ouro (de sacerdote e de escuteiro): “ainda hoje estaria disposto a recomeçar”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.