Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Projeto HACKS: uma ajuda na hora de reduzir o consumo de energia

Gerir trabalho docente presencial / ensino à distância simultâneo

Projeto HACKS: uma ajuda na hora de reduzir o consumo de energia

Escreve quem sabe

2021-01-23 às 06h00

Fernando Viana Fernando Viana

Sabia que 25% das famílias portuguesas não conseguem manter a casa aquecida?
É por isso que hoje lhe falamos de um projeto chamado HACKS – cujo principal objetivo essencial é a promoção da substituição, nas habitações, de equipamentos de arrefecimento de ambiente e aquecimento de água, que tenham ultrapassado o seu tempo de vida ou estejam obsoletos, por outros com elevada eficiência energética
O Projeto HACKS tem como público alvo os consumidores e as suas habitações, o que necessariamente levará ao envolvimento de outros segmentos do mercado, como os retalhistas, instaladores, organizações de consumidores, entre outros.

Este projeto passará igualmente pela divulgação de soluções alternativas de baixo custo, que permitam não só a melhoria das condições de conforto e saúde das dos cidadãos europeus, assim como a redução das faturas mensais, o que culminará necessariamente numa diminuição do consumo energético por parte da população europeia.
A avaliação dos agentes de mercado, das políticas em vigor e dos equipamentos mais usados em cada país, será determinante para que os parceiros do Projeto HACKS implementem a partir de Abril de 2020 campanhas para aumentar a sensibilização sobre os benefícios económicos e ambientais que os produtos e soluções de aquecimento e arrefecimento podem trazer (como sombreamento, termostatos, economizadores de caudal, torneiras e chuveiros eficientes, entre outros).

Este inovador projeto HACKS mobilizará e ajudará os consumidores no processo de escolha e compra de novos equipamentos de Aquecimento e Arrefecimento.
Os consumidores poderão contar com a ajuda dos portais online que disponibilizarão ferramentas, FAQ's, informação sobre os produtos com os links diretos para os fabricantes.
Assim, além de proverem os consumidores de informações para melhorar a situação atual de suficiência energética, evitando a compra de equipamentos desnecessários contribuíram com outros conselhos sobre como tirar melhor partido e fazer a manutenção dos atuais equipamentos.

De referir que este projecto, com 17 parceiros de 15 países, complementará o projecto europeu Topten (financiado pelo IEE e H2020), que em Portugal tem mais de 10 anos de existência, e que constitui uma ferramenta de pesquisa online para orientar o consumidor na escolha de equipamentos consumidores de energia (electrodomésticos, aparelhos de ar condicionado, equipamentos de escritório, lâmpadas, etc).
Caso pretenda saber mais sobre este assunto, contacte o CIAB-Tribunal Arbitral de Consumo em Braga: na R. D. Afonso Henriques, n.º 1 (Ed. da Junta de Freguesia da Sé) 4700-030 BRAGA * telefone: 253 617 604 * fax: 253 617 605 * correio eletrónico: geral@ciab.pt ou em Viana do Castelo: Av. Rocha Páris, n.º 103 (Ed. Villa Rosa) 4900-394 VIANA DO CASTELO * telefone 258 809 335 * fax 258 809 389 * correio eletrónico: ciab.viana@cm-viana-castelo.pt, ou ainda diretamente numa das Câmaras Municipais da sua área de abrangência ou em www.ciab.pt.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

03 Março 2021

À partida não é assim!

02 Março 2021

Natural(mente)... Março

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho