Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +

Quem são os responsáveis?

Muro de Gelo

Ideias

2016-04-01 às 06h00

J.A. Oliveira Rocha J.A. Oliveira Rocha

A televisão não para de nos bombardear com imagens de caça ao homem nos bairros de Bruxelas E não se pode deixar de condenar os ataques terroristas. Mas o terrorismo tem causas que se torna necessário investigar para explicar este tipo de terror de carácter religioso
Estes jovens nasceram e viveram em bairros de cidades europeias. São europeus, mas nunca tiveram grandes oportunidades, sobretudo depois da crise. Não foram integrados, vivem em getos.

E o Estado muçulmano deu-lhes um horizonte e um objectivo: destruir um mundo que sempre os oprimiu.
Mas como é que esta ideologia penetrou em jovens relativamente ocidentalizados?
Tudo começou com quatro senhores - Bush, Blair, Aznar e Barroso-que imaginaram ver no Iraque armas de destruição maciça e decidiram em nome do Estado de Direito e da defesa do Ocidente, invadir aquele país. Na verdade destruíram um país e em vez das armas de destruição maciça apropriaram-se do petróleo que era o que verdadeiramente lhes interessava Não se entende porque ainda não foram julgados no Tribunal Penal Internacional. Por muito menos outros foram julgados e condenados.

Seguiu-se a chamada Primavera Árabe, isto é, a desestabilização de países que embora tivessem regimes repressivos conseguiam manter uma certa estabilidade. Mas mais uma vez em nome duma ideia de democracia ocidental os europeus e os americanos mergulharam esses países no caos e na miséria Na verdade a ganância do petróleo ditou as regras. Mas em vez de petróleo a Europa ganhou milhões de refugiados que irão engrossar o número dos descontentes.

Esqueceram-se os ocidentais que o Estado de Direito é um conceito ocidental ;que os países do Médio Oriente são o resultado de retalharem o território do Império Otomano sem qualquer noção da história, etnias, grupos religiosos e seitas entre os próprios muçulmanos. Por exemplo o poder na Arábia Saudita é sunita; o Irão é shiita; e os alauítas controlam o poder na Síria.

Mas todos são mantas de retalhos A desestabilização política desses regimes trouxe o caos. E este caos engendrou o Estado Islâmico cujos dirigentes militares são antigos oficiais do exército de Sadam que querem vingar a humilhação que sofreram. Junte-se isto a uma corrente sunita extremista e temos o Leviatã que atrai os jovens muçulmanos das cidades europeias
Penso que a situação só pode piorar. Estão juntos todos os ingredientes para um cataclismo: humilhação dos países muçulmanos, getos de cidadãos de origem árabe nas cidades europeias; refugiados; ; e regresso dos ex-combatentes do Daesh.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.