Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

Redução nas portagens: um direito minhoto

Transparência na gestão da coisa pública

Redução nas portagens: um direito minhoto

Ideias

2020-03-09 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Vários concelhos do Minho têm vindo, nos últimos tempos, a reivindicar a redução do preço das portagens, nomeadamente na A3. Esta reivindicação já é antiga e surge depois do Governo ter anunciado recentemente reduções em sete auto-estradas a partir de Julho, entre as quais a A28...
E então, a A3? Qual a diferença entre as duas auto-estradas? Uns merecem e outros não?

Em relação à A3 é, por isso, uma reivindicação mais do que justa, uma vez que já não há alternativas. A ligação pela estrada nacional está caótica entre Viana do Castelo e Porto, mas o mesmo acontece na ligação entre Valença e o Porto. As estradas, no fundo, deixaram de ser ‘nacionais’ para ser ‘urbanas’, tantas são as rotundas, tantas são as placas de 40 ou 50 km de limite de velocidade. Aliás, um tema que já o ano passado levou o ‘Correio do Minho’ a fazer várias reportagens sobre as condições das vias de comunicação e comparar o tempo de cada uma... e não há dúvidas de que hoje não há soluções. Por isso a reivindicação é mais do que justa. E é necessária.

É que se já há reduções para alguns concelhos do interior, porque é que não há para todos? Arcos de Valdevez e Paredes de Coura, por exemplo, são interior, ou não? E este pedido de baixar as portagens foi feito por muitos autarcas, o último deles, o presidente dos Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves: “sendo a única (a A3) a servir o interior do Alto Minho, é da máxima e inteira justiça que, tal como outras vias no interior do país, para onde está prevista a redução da portagem, venha também a ter o seu valor reduzido”. É bem verdade e todos agradecem. Principalmente a segurança!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho