Correio do Minho

Braga, sábado

- +

Refugo da recolha seletiva

Adaptar Turismo – tempo de mudar o chip

Refugo da recolha seletiva

Ideias

2021-09-15 às 06h00

Pedro Machado Pedro Machado

Lamentavelmente, nos dias de hoje, quase 40% dos resíduos depositados nos ecopontos são refugo, ou seja, não se incluem nos materiais que poderemos encaminhar para reciclagem pois não são passiveis de reciclagem ou ficaram contaminados por resíduos que indevidamente foram colocados no ecoponto!
Ou seja, quase metade do ecoponto é ocupado com resíduos que não deveriam aí estar, por LIXO, ocupando o espaço disponível para a correta separação de resíduos por parte dos cidadãos.
Aqui reside o busílis da questão, temos um serviço eficiente, temos todos os meios à disposição, mas se não são usados como deveriam, não podemos ser bem-sucedidos.
Não é admissível ter um ecoponto cheio de resíduos de construção e demolição (RCD´s), ocupado com estores ou outros objetos que são de plástico, mas não são uma embalagem e o ecoponto amarelo refere explicitamente que é para a colocação de embalagens! Mais grave ainda, restos alimentares, as borras de café dos estabelecimentos, resíduos verdes que apodrecem e contaminam os restantes resíduos!
Ilustro a crónica com algumas imagens bem explicitas!
Enquanto em Portugal reinar o “chico-espertismo” e o “salve-se quem puder”, o vou meter ali o lixo e alguém há-de levá-lo, sem se preocupar com o quão prejudicial essa ação é, dificilmente chegaremos a ter dificilmente poderemos ser um país desenvolvido pois a educação e o civismo estão na base de tudo.
Normalmente, diz-se que os grandes culpados do que está mal no nosso país são os outros, são os politicos, mas por vezes acabamos a fazer igual! Toda a gente sabe exigir os seus direitos mas esquece muitas vezes os seus deveres.
Há uma frase que diz “Se cada um varresse a frente da sua casa, o Mundo seria mais limpo!”
Ajude-nos, ajudando-se!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho