Correio do Minho

Braga, sábado

Regionalização tem futuro

Mobilidade Sustentável

Ideias

2017-05-29 às 06h00

Paulo Monteiro

A Regionalização tem futuro. Esta acabou por ser a principal conclusão da conferência realizada na passada sexta-feira no Museu Nogueira da Silva, em Braga, pelo jornal Correio do Minho e rádio Antena Minho em colaboração com o Eixo Atlântico.
Nas três conferências todos unânimes: é para avançar...

O secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, assumiu-se como favorável à regionalização e que o Governo quer fazer caminho para a regionalização pegando num mapa mais ou menos consensual de cinco regiões-plano e duas áreas metropolitanas e dar mais legitimidade democrática às CCDR.

Ricardo Rio, autarca de Braga, está na primeira linha da defesa da implementação da regionalização. O seu partido está com o Governo quando se fala em descentralização. O caminho pode passar por aí. Mas... não é a mesma coisa.
O PCP já tornou público que quer novo referendo em 2019.

Mas, como dizia o ex-ministro da Economia, Braga da Cruz, no debate “regionalização é descentralização política. Confundir regionalização com descentralização municipal é um erro”.
E se na Constituição de 1976 estava prevista a regionalização, esta só pode ser feita agora com um referendo. Falou-se em “armadilha” constitucional.

Mas há mais: a divisão do país em regiões levanta muitos desacordos e nunca há consensos. Este, talvez, seja o problema principal já que regiões como Lisboa e Porto querem sempre chamar a si as ‘terras mais ricas’.
Enfim... Será que vamos ter algum dia um país com regiões? Será que vamos ter a regionalização? Todos dizem que sim mas todos a adiam... Agora... é como São Tomé “ver para crer”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.