Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

RIBMAVE – Rede Intermunicipal das Bibliotecas Municipais do Ave

As crianças, a energia, o movimento e o convívio

Voz às Bibliotecas

2023-01-26 às 06h00

Carla Araújo Carla Araújo

Atendendo ao valor social e económico das bibliotecas municipais, como espaços públicos de cultura, informação, socialização, lazer e aprendizagem, o trabalho colaborativo entre estes equipamentos valoriza os serviços já existentes permitindo ao mesmo tempo a inovação em serviços culturais, sociais, educativos e formativos capazes de responder às necessidades das comunidades, reduzir assimetrias sociais e capacitar os diferentes públicos para a revolução digital.
Inicio a minha crónica de hoje, e a primeira deste ano 2023, com este excerto retirado da notícia publicada, no passado dia 05 de dezembro de 2022, na página web da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas. Talvez por coincidir com a minha primeira crónica do ano 2023, partilho um acontecimento, quase em “primeira mão”, que diz respeito à criação da Rede Intermunicipal das Bibliotecas Municipais do Ave, onde estarão in- tegradas as bibliotecas municipais dos municípios de Cabeceiras de Basto, Fafe, Guimarães, Mondim de Basto, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vila Nova de Famalicão e Vizela. Num trabalho já longo, desde 2017, a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Biblio- tecas, através da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas, tem vindo a fomentar e a apoiar a constituição destas redes intermunicipais, com a devida articulação com as comunidades intermunicipais e as áreas metropolitanas de todo o país, contando atualmente com 17 redes intermunicipais de bibliotecas formalmente criadas. Na mesma notícia suprarreferida lê-se que “A estratégia da DGLAB passa por reforçar a visão das bibliotecas públicas como equipamentos de proximidade, com valências culturais, informativas, sociais, formativas e de cidadania, através do fortalecimento e da afirmação do seu papel como elementos essenciais para a coesão social no território e para o fomento das literacias.” e enfatiza-se ainda que “Reforçando o papel das bibliotecas junto das comunidades, pretende-se, como fim último, contribuir para a redução das desigualdades e das assimetrias nacionais através do aumento da utilização dos recursos e serviços que as bibliotecas públicas disponibilizam para valorizar e desenvolver os territórios.” Ora, foi imbuída deste espírito que a Comunidade Intermunicipal de Ave deliberou e aprovou, na reunião do Conselho Intermunicipal de 15 de novembro de 2022, a formalização da Rede Intermunicipal das Bibliotecas Municipais do Ave - RIBMAVE, bem como a criação do Grupo de Trabalho da RIBMAVE, que se constituirá pelos técnicos responsáveis de cada biblioteca municipal. Após algu- mas reuniões preparatórias, entre a CIM do Ave, a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas e as responsáveis das bibliotecas municipais dos oito municípios, teve lugar no passado dia 24 de janeiro de 2023 a primeira reunião formal do Grupo de Trabalho da Rede Intermunicipal das Bibliotecas Municipais do Ave e nela ficou bem percetível as assimetrias e discrepâncias existentes entre bibliotecas, sejam enquanto “espaços”, sejam enquanto “serviços”. Nessa sequência, espera-se para breve a celebração do Acordo de Cooperação para a constituição da Rede Intermunicipal das Bibliotecas Municipais do Ave e que, a partir desse ato público de compromisso, se efetive um verdadeiro trabalho colaborativo entre bibliotecas.
Voltando à mesma notícia da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas, “o primeiro desafio será sempre o de capacitar as organizações/ entidades para a colaboração, criando objetivos comuns, construindo consen- sos e parcerias para determinada ação ou projeto que responda às necessidades identificadas nas comunidades.” Votos de muito sucesso para a RIBMAVE!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho