Correio do Minho

Braga, terça-feira

Ricardo Rio, o Bota-Abaixo

Ser de Confiança

Ideias Políticas

2013-01-15 às 06h00

Pedro Sousa

Ricardo Rio é, mais uma vez, o candidato do PSD à CM de Braga.
Falta, ainda, saber se será, apenas, o candidato do PSD ou se será novamente o candidato da coligação ‘Juntos Por Braga’ junta- mente com o CDS-PP e o PPM.
A coligação continua, a poucos meses das eleições, por formalizar e diz a ‘vox populi’ que tudo se prende com a discussão dos lugares na lista liderada por Ricardo Rio que, ao que parece, continua a causar muitas dores de cabeça pelo Largo Senhora-a-Branca.

Factual é que Ricardo Rio é candidato a presidente da CM de Braga pela terceira vez, após duas derrotas consecutivas nas autárquicas de 2005 e 2009. Se nas duas primeiras vezes, diga-se em abono da verdade, trouxe alguma novidade e frescura à liderança do PSD, nos últimos anos o seu desempenho tem vindo a perder força, fôlego e clarividência.

Ricardo Rio, está, a toda a hora, a dizer mal de tudo e de todos. Ataca e desvaloriza projectos e intervenções importantes que acontecem em Braga, todos os dias, no afã de daí retirar dividendos políticos que acredita podem valorizar a sua candidatura a presidente da CMBraga.

Nesta ânsia e sofreguidão de tudo criticar, Ricardo Rio, referiu-se, recentemente, à Capital Europeia da Juventude. Recordar, a este respeito, que Braga foi eleita CEJ em competição com mais nove cidades europeias e que o seu programa, construído em diálogo com associações juvenis, parceiros, voluntários europeus e nacionais, foi sufragado como o melhor.

Nós, Partido Socialista, na qualidade de responsáveis pelos destinos municipais não temos dúvidas, e somos os primeiros a reconhecê-lo, que relativamente a Braga 2012 | CEJ, muitas coisas poderiam ter corrido melhor mas temos, também, a consciência de que num quadro de enorme carestia financeira, de parcos recursos para fazer face a um evento de tão grandes dimensões, o balanço da CEJ 2012 é amplamente positivo.

Não podia, aqui, deixar de realçar as dezenas de associações e as centenas de voluntários que ajudaram a fazer de Braga 2012 | CEJ uma enorme afirmação da cidade de Braga. A CEJ 2012 pelas mil e uma actividades de rua que foi capaz de promover celebrou um casamento virtuoso entre os Bracarenses e o nosso valioso espaço público. Foram muitas as actividades da CEJ 2012 que, como nunca antes, encheram largos, ruas e praças, dando à cidade um colorido pleno de energia, esperança e futuro.

A CEJ empenhou-se em ajudar a economia local neste momento de crise, nomeadamente o comércio, a restauração e a hotelaria com a dinamização de mais de 400 eventos no Centro Histórico. A CEJ incentivou e apoiou jovens empreendedores a apresentar ideias de negócio inovadoras e daí surgiram 107 novas ideias de negócio. Lembrar, ainda, que num tempo em que o desemprego é a chaga maior da juventude portuguesa, a CEJ colocou no mercado de trabalho, através do programa ‘So Pitch’, 62 jovens.

Podia, aqui, desfiar mais mil e um bons exemplos daquilo que foi feito por Braga 2012 | CEJ mas o espaço deste artigo seria sempre curto, demasiado curto para os conseguir citar a todos.
Regresso, mesmo a fechar, às declarações do líder da Oposição em Braga sobre a CEJ. Rio disse, a este respeito, qualquer coisa como: “Braga 2012 | CEJ foi uma festa de garagem...”. Por tudo o que disse acima mas, sobretudo, por tudo aquilo que ficou por dizer não podia deixar de afirmar o meu profundo repúdio por estas declarações de Ricardo Rio.

Estas declarações demonstram, por um lado, um enorme desconhecimento daquilo que foi a CEJ, e por outro lado, são reveladoras de uma suprema falta de respeito, desconsideração e desprezo pelo trabalho incrível de dezenas de associações e voluntários que ajudaram a fazer da CEJ uma grande bandeira de afirmação de Braga, do seu Património, do seu futuro, e, também, do nosso futuro colectivo, enquanto Bracarenses que, orgulhosamente (ao que parece ao contrário de Ricardo Rio), somos.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias Políticas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.