Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Salvem o Gerês dos incêndios e das acácias

Prémio Nobel da Medicina

Ideias

2017-03-22 às 06h00

Paulo Monteiro

Ontem falei dos incêndios e do número fora do normal para esta altura do ano... ainda era Inverno. Hoje é dia de falar do Parque Nacional da Peneda Gerês. Foi já prometido pelo governo um projecto de recuperação de áreas ardidas e replantação do plano piloto para o PNPG cujo valor ascende aos 8,4 milhões de euros. No entanto, este mesmo plano para proteger o único parque (ibérico) que existe em Portugal já não vai arrancar antes do próximo Inverno.

Tudo porque o processo está ainda em fase de candidatura a fundos comunitários e, por isso, ainda bem longe de ser concretizado. Com mais este adiamento esperemos que nada de mal volte a acontecer ao PNPG já demasiado fustigado pelos incêndios e, como se não bastasse, tem agora uma terrível praga de acácias.

Ontem, a Quercus colocou o dedo na ferida e alertou para a grande ameaça que são as acácias australianas, principalmente a acácia-mimosa ou mimosa e a acácia-de-espiga, que já ocupam milhares de hectares em Portugal. A mimosa é uma das invasoras mais preocupantes em todo o mundo e esta espécie ocupa já mais de 1.000 hectares no PNPG. Mas, esta área - avisa a Quercus - poderá ser muito maior uma vez que não há medições actualizadas das áreas infestadas. É preciso não esquecer que, uma vez ocorrida a invasão, é muito difícil e muito caro controlar a situação.

Ora... as ligações são bem claras: quanto mais incêndios... mais acácias porque o solo fica ao seu gosto para se reproduzirem rapidamente. Mas não só... os incêndios matam outras espécies autóctones, alteram a fertilidade do solo e reduzem a disponibilidade de água para outras plantas. E quem perde? Todos nós. E o PNPG com uma cada vez maior perda de biodiversidade. Há que colocar um ponto final em tudo isto. Reagir e prevenir rapidamente é o que se impõe....

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.