Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

Sugestões para caminhantes (continuação)

Perdidos e achados

Escreve quem sabe

2015-02-28 às 06h00

Ana Cristina Costa Ana Cristina Costa

Começar!
A grande vantagem da caminhada é que se pode começar suavemente e ir aumentando ao longo do tempo. Andar, em qualquer ritmo, pode melhorar a saúde em geral, mas conforme fica mais confiante e o seu estado físico melhora, pode andar com mais regularidade e num passo mais vivo.

Estabeleça metas pessoais
Todos somos diferentes, por isso é importante definirem-se metas que desafiem cada um, mas que sejam realistas. Se definir um limite de tempo terá um incentivo a mais para continuar focado. Aqui estão alguns exemplos de objetivos: a) irei fazer, pelo menos, três curtas caminhadas por mês, nos próximos três meses; b) vou andar para o trabalho, pelo menos, uma vez por semana no próximo mês. Se contar à família, amigos ou colegas de trabalho o que se propõe fazer, vai ter pessoas para incentivá-lo ao longo do tempo e comemorar quando atingir os seus objetivos. Não se esqueça de recompensar-se no final e, em seguida, definir algumas novas metas! Conforme mais pratica mais pode trabalhar no sentido de aceitar um desafio ainda maior.

Registe o seu progresso
Há imensos recursos disponíveis - muitos deles gratuitos - o que pode ajudá-lo a acompanhar o seu progresso, desde aplicações de smartphones e pedómetros para simplesmente manter um diário de quão longe (ou quanto tempo) anda e com que frequência. Os pedómetros permitem controlar o número de passos que dá. Nós todos devemos procurar dar 10.000 passos por dia - o equivalente a cerca de duas horas de caminhada, se feito de uma só vez - mas cada passo conta, incluindo o vaguear em casa ou no trabalho, então deve usar um pedómetro durante todo o dia, e não apenas aquando da caminhada. Se achar que não está a cumprir as metas específicas não desanime. Se costumava andar uma média de 5.000 passos por dia e agora fizer 7.000, ou costumava caminhar por 15 minutos e agora caminhar por meia hora, então ainda está a melhorar, eis a vantagem de acompanhar o seu progresso.

Faça da caminhada parte da sua rotina
Talvez a melhor maneira de garantir que continua a andar é tentar incorporar a actividade no seu dia-a-dia. Dessa forma, terá menos necessidade de motivação pois o passeio vai-se tornar uma actividade natural que faz o tempo todo. Andar a pé é uma forma de transporte grátis e sustentável, assim, usar os seus próprios dois pés para chegar aos lugares que pretende não só permite poupar dinheiro, vai também ajudar o ambiente. Trocando viagens curtas de autocarro, comboio ou carro - como uma viagem para as compras ou parte desse trajeto - por uma caminhada pode ajudar a adquirir o hábito de caminhar. E há muitas outras maneiras de incluir uma caminhada na sua rotina diária no trabalho, na escola e em casa. Pode fazer uma curta caminhada durante a sua hora de almoço, tomar as escadas em vez do elevador, trocar meia hora em frente à TV após o jantar por um passeio local ou fazer o trajecto para a escola a pé.
Todos nós nos podemos sentir um pouco desmotivados para o exercício, por vezes, mas, como acontece com muitas outras actividades, quanto mais andamos, mais gostamos. E a grande vantagem é que pode andar a pé a qualquer hora, a qualquer lugar, basta pegar num par de sapatos confortáveis e vai!

Bom para a saúde
É recomendável que os adultos façam 150 minutos de atividade física moderada por semana (as crianças devem fazer uma hora por dia) e caminhar é uma ótima maneira de fazê-lo. Nem sempre pode limitar o exercício ao andar, mas na verdade ele foi descrito como “a atividade mais próxima de exercício perfeito”.

Manter-se ativo simplesmente por caminhar pode reduzir as probabilidades de contrair doenças graves. Na verdade, pode diminuir o risco de desenvolver doença cardíaca, diabetes tipo 2, cancro do cólon e da mama, doença de Alzheimer e acidente vascular cerebral em 20 a 50%. E há ainda mais benefícios decorrentes de se caminhar mais. Também pode ajudá-lo a ficar com um peso saudável, reduzir a pressão arterial, possuir músculos e ossos saudáveis, melhorar o equilíbrio e reduzir o risco de quedas.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.