Correio do Minho

Braga,

Temos mais um Ronaldo...

Transtorno obsessivo compulsivo por compras: Oniomania

Ideias

2017-05-25 às 06h00

Paulo Monteiro

O ministro das Finanças da Alemanha, segundo a ‘newsletter’ da versão europeia do jornal norte-americano ‘Politico’, terá comparado o ministro das Finanças português, Mário Centeno, a Cristiano Ronaldo, na última reunião do Ecofin. Wolfgang Schauble terá dito mesmo que Mário Centeno “é o Ronaldo do Ecofin”.
Enfim... não sei se chore, se ria. Não para tirar mérito a Centeno (tudo tem corrido bem), mas há elogios que às vezes é melhor não os recebermos...

Já sabemos, pelas suas declarações, que Schauble não gosta de nós. Está constantemente a criticar. E as frases, as palavras, os gestos, as conversas, são conhecidas.
Ainda há dois meses, o mesmo Schauble fez um aviso a Portugal: “certifiquem-se de que não precisam de resgate”.
Em Outubro de 2016 disse: “Portugal estava a ser muito bem sucedido até entrar um novo governo, depois das eleições”.

Nesta altura, e depois desta frase, a ‘Renascença’ foi repescar uma série de frases e comentários do ministro alemão das Finanças e, só no ano de 2016, a maior parte virada para Mário Centeno.
Curiosamente na conferência da Ecofin, em Fevereiro do ano passado, disse: “[Mário Centeno] sabe que Portugal tem de fazer tudo o que está ao seu alcance para contrariar as inseguranças nos mercados financeiros. Porque, naturalmente, sabe que Portugal estava no bom caminho”. Um dia antes, à entrada da reunião do Eurogrupo: “Portugal deve estar ciente de que pode perturbar os mercados financeiros, se der impressão de que está a inverter o caminho que tem percorrido. O que será muito delicado e perigoso para Portugal” e por aí fora...
Agora: ou Schauble pede desculpa por tudo o que disse ou... diz que não fez qualquer comparação... É que, francamente, não bate a bota com a perdigota...

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

19 Novembro 2018

Antecedentes… (parte II)

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.