Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Ter memória, um ato de cidadania

O que decidem hoje os britânicos?

Ter memória, um ato de cidadania

Voz às Escolas

2019-04-11 às 06h00

Luisa Rodrigues Luisa Rodrigues

Independentemente de considerarmos que as mudanças em curso, no Sistema Educativo Português, se revestem da maior importância para a construção de uma outra Escola, mais aberta à inovação e à promoção de aprendizagens focadas não só no conhecimento, mas também nas capacidades e nas atitudes, ingredientes tão necessários, nos tempos que correm, devemos fazer justiça ao investimento que a Escola sempre fez, nessas mesmas áreas.
Numa percentagem significativa de casos, a valorização da educação para as atitudes e os valores sempre integrou o Projeto Educativo de Escola, evidenciando a preocupação dos profissionais de educação em formar cidadãos simultaneamente dotados de conhecimento científico e capazes de assumirem um papel ativo e assertivo na sociedade.

A diferença está na atual conjuntura, propiciadora de outros investimentos e impulsionadora de outro tipo de abordagens, o que, quer queiramos quer não, constitui forte motivação para outros voos, mais consentâneos com a época em que vivemos, em que a Escola se confronta, diariamente, com a influência das novas tecnologias e da velocidade da informação a que os alunos têm acesso.
Mas, efetivamente, o investimento na educação para a cidadania não surge, apenas, com a nova onda de mudança. Na verdade, a mudança apenas trouxe ao de cima, revalorizando, muitas das práticas, há muito instituídas, o que lhes confere outro “mediatismo”.

E, assim, dando continuidade a uma prática, há muito instituída, o Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio tem reforçado o investimento na valorização do reconhecimento do trabalho daqueles que, de uma ou outra forma, contribuíram para que pudessem ter melhores condições de trabalho e de promoção de melhores aprendizagens de que se salienta, num passado muito recente, o reconhecimento pelo inquestionável contributo dado por Manuel José Batista, enquanto Presidente da Câmara, para a qualificação e o enriquecimento da Rede Escolar da Póvoa de Lanhoso, com especial destaque para a requalificação da Escola Professor Gonçalo Sampaio, Escola Sede do Agrupamento, que foi, durante muito tempo, a Escola de todos os povoenses.

A homenagem abriu o I Encontro de Música Coral Juvenil da Póvoa de Lanhoso, atividade que surgiu do desafio lançado à Câmara Municipal pelo Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio, em articulação com o Conservatório de Música de Barcelos, tendo como convidado o Conservatório de Música Bonfim, com o objetivo de promover e divulgar a música coral infantojuvenil e, simultaneamente, contribuir para a divulgação e a promoção do património cultural do concelho.

A cerimónia teve lugar no passado dia 22 de março, no Santuário de Nossa Senhora de Porto d’ Ave, na freguesia de Taíde, encerrando o programa das Festas de S. José 2019, oportunidade que o Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio aproveitou para a homenagem pública a Manuel José Batista, um taídense, dedicando-lhe uma noite que primou pela qualidade e pelo verdadeiro sentimento de união em torno de um dos princípios pelos quais nos regemos – a memória com que se tem vindo a construir a história de uma instituição pública que, brevemente, completará 50 anos de existência.
Acreditamos, e por isso defendemos, que um dos princípios a valorizar na promoção de uma verdadeira cidadania é o da preservação e reconhecimento da nossa história, através da consciencialização de que nenhuma obra nasce feita, pelo que devemos ter a humildade de ter memória e de a transmitir, na defesa de uma sociedade mais justa.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.