Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

UE não protege cidadãos da globalização?

Transparência na gestão da coisa pública

UE não protege cidadãos da globalização?

Ideias

2019-02-11 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Hoje chegamos ao fim das ‘Bolas de Bruxelas’, um dossier que tem por objectivo desfazer mitos que foram criados ao longo dos anos sobre a União Europeia. E hoje o mito é: a União Europeia nada contribui para proteger os seus cidadãos dos efeitos da globalização. Verdadeiro ou falso? Completamente falso.

A UE é o maior bloco comercial do mundo, o que lhe permite apoiar o emprego e estimular o crescimento económico e a prosperidade. A economia, as empresas e os cidadãos europeus gozam de muitos benefícios da globalização. A UE pretende que a globalização seja um meio para construir um futuro sustentável para os cidadãos europeus. Uma vez que a globalização afecta as pessoas e as regiões de modo diferente, a UE oferece apoio em conformidade com os princípios da solidariedade e da sustentabilidade. Face à crescente automatização, a UE está a investir na investigação, na inovação e nas competências para criar a próxima geração de empregos e uma mão-de-obra capacitada.

Sabia que, por exemplo, o Fundo Social Europeu celebrou 60 anos de existência em 2017? Graças ao Fundo Social Europeu, pelo menos 94 milhões de europeus encontraram emprego e 8,7 milhões de pessoas obtiveram formação qualificada, entre 2007 e 2014. Em média, 170 milhões de euros estarão disponíveis, anualmente até 2020, através do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização. Em 2015 e 2016, a taxa média de reinserção profissional obtida com o apoio do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização foi de 47%. O orçamento dos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento para o período de 2014-2020 eleva-se a 638 mil milhões de euros, incluindo as contribuições nacionais. É preciso dizer mais alguma coisa? Acho que não. Mais um mito desfeito...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho