Correio do Minho

Braga,

- +

Um Início Desafiante para o Novo Ano Escutista

Corrupção e impacto na economia

Um Início Desafiante para o Novo Ano Escutista

Escreve quem sabe

2020-09-11 às 06h00

Carlos Alberto Pereira Carlos Alberto Pereira

O Corpo Nacional de Escutas inicia este mês de setembro o seu ano escutista, coincidente, mais coisa menos coisa, com o ano escolar. Na região de Braga, área territorial correspondente à arquidiocese de Braga, este início vai ser marcado pela eleição dos órgãos regionais, a junta regional de Braga (JRB) e o conselho fiscal e jurisdicional de Braga (CFJRB), para o próximo triénio – 2020/2023. Assim, amanhã, dia 12 de setembro, entre as 10,00 e as 16,00 horas, 3.824 eleitores (sendo 1.360 jovens caminheiros, dos 18 aos 22 anos, e 2.464dirigentes) serão chamados a elegerem, ou não, estes órgãos regionais.

Também em quatro dos nove núcleos da região serão escrutinadas as respetivas juntas de núcleo (assim se designam os órgãos executivos dos núcleos):
• Núcleo de Guimarães – que inclui os concelhos de Guimarães e de Vizela;
• Núcleo do Cego do Maio – que inclui os concelhos da Póvoa de Varzim, Esposende e parte do de Vila do Conde;
• Núcleo de Vieira do Minho – que inclui os concelhos de Vieira do Minho e parte do de Terras de Bouro;
• Núcleo de Braga inclui os concelhos de Braga, Amares e parte do de Terras de Bouro.

Desta forma, este fim de semana, cerca de 50% das estruturas intermédias da região de Braga sofrerão esta escolha democrática, tão fundamental para garantir a evolução permanente do movimento, para reagir às novas aspirações e anseios das crianças e jovens do próximo triénio. É a oportunidade para a renovação sempre necessária, mas sem complexos, para a construção de novas abordagens e perspetivas, não perdendo o enfoque no essencial: os lobitos, os exploradores, os pioneiros e os caminheiros - eles são a razão de ser do escutismo!
Aos novos candidatos e aos que vão repetir o mandato, desejamos as maiores felicidades no desempenho das missões que se propõem abraçar, na certeza de que eles já são credores do nosso reconhecimento e, certamente no final do triénio, o CNE terá ainda mais razões para lhes agradecer os resultados obtidos.

Aos dirigentes que terminam estes seus trabalhos, eles partem com a convicção do dever cumprido, de terem, com a sua ação, contribuído para a construção de um mundo melhor, pelo que lhes é merecido o justo agradecimento pelos serviços prestados ao escutismo, ao país e à igreja. Sim, porque ajudar crianças e jovens a crescerem em idade, sabedoria e graça, é permitir que sejam verdadeiros agentes cidadania, solidariamente ativo e agindo à luz da fé que professam.
Aos eleitores – caminheiros e dirigentes – é pedido que façam escolhas sérias e conscientes, que se assumam como verdadeiros exemplos de cidadania e não abdiquem do exercício de votar, pois, no escutismo eles são, cada um à sua maneira, exemplos vivos para os mais novos, e todos sabemos a importância que o “exemplo” tem na educação, em geral, e no escutismo, em particular.
A Junta Regional e o Conselho Fiscal e Jurisdicional Regional, tomarão posse no próximo dia 27 de setembro, na Póvoa de Lanhoso, durante uma das atividades mais marcantes da região de Braga: a Abertura Regional do Ano Escutista.

Lá, nas terras da lendária Maria da Fonte, esperam-se tempos de reação e de mudança. De reação à pandemia que nos oprime os movimentos e a ação, mas também a liberdade do “fazer” e do “ser”, e, tal como este mito vivo da nossa História, mudança porque estas terras também tiveram um papel importante na criação de Portugal, queremos comprometemo-nos numa mudança consciente de luta sem tréguas, mas sem desguarnecer as defesas de cada um e de todos os outros. Claro que também nós sabemos que uma “guerra” não se ganha pelo número dos combatentes que tombam em combate, mas pelo número de soldados que se conservam vivos.
Votos para que sejam soldados de paz e que vivam para que os outros também possam viver cada vez melhor.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

09 Maio 2021

Ir atrás dos sonhos

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho