Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

#umcafécomdesign

A Martins Sarmento e as Festas Nicolinas em Tempo de Pandemia

#umcafécomdesign

Ensino

2020-09-23 às 06h00

Liliana Soares Liliana Soares

O argumento da ligação entre áreas tem sido recorrente desde meados do século XX, adivinhando um mundo de novos vínculos, de muitas casualidades, de processo e não de nascimento ou de fim. Na cultura do design trata-se da escolha da produção de desanexações nos territórios fixos historicamente, para conceber caminhos alternativos, híbridos e simbólicos. Hoje, a nossa realidade apela a uma averiguação constante à luz dos desenvolvimentos, desafiando-nos a desenhar sistemas holísticos, ecológicos e sustentáveis. Portanto, se queremos interpretar o mundo devemos admitir a importância do caos e da emoção, assim como reconhecemos o peso da ordem e da razão. Uma circunstância individual, singular e renovadora para propor soluções com emoção e significado na vida das pessoas. É neste contexto que nasce o #umcafécom.
Realizado aos sábados na rede social instagram, na página @almada_trumpet do Professor do IPVC Ermanno Aparo, #umcafécom começou em abril de 2020 como uma resposta possível para celebrar as ligações humanas, num instante da nossa vida em que só podíamos estar em casa. Usando como mote a música e o design, #umcafécom tem reunido profissionais destas duas áreas da cultura e, consequentemente, tem vindo a constituir um público híbrido e abrangente.

Por um lado, #umcafécom tem recebido maestros e instrumentistas, que se têm destacado no panorama local e internacional pelas aptidões artística e técnica. Criadores que perceberam que, para poderem interpretar com liberdade na realidade atual, deveriam converter as casualidades e os fatores externos – como o impacto da pandemia – em oportunidades reais do ato criativo. O primeiro músico a participar nestas improvisações foi o Maestro e saxofonista Bruno Santos, professor de saxofone no Conservatório de Música de Aveiro e Maestro da Banda de Belinho, em Viana do Castelo. Seguiu-se o trompetista e compositor de grande projeção mundial Gileno Santana. Natural de Salvador, no Brasil, Gileno Santana é vencedor de diferentes prémios como o BEJAZZ14 na cidade de Berna (Suíça), o Plaka Prize ou a medalha de Honra atribuída pela Ordem dos Músicos do estado de São Paulo (Brasil). Maria Valencia, trompetista clássica e Barroca natural de Guayaquil, Equador, foi a terceira música convidada. Tendo como base a experiência do El Sistema, Maria Valencia tem atuado como solista na Europa e nos Estados Unidos. Atualmente é, também, professora na Ricordi Music School em Milão na Itália. O quarto interveniente foi Mesaac Brito natural de São Paulo, Brasil, trompetista da Banda Cucamonga, um Quinteto itinerante de Dixieland e Trad Jazz.
De igual modo, #umcafécom é uma oportunidade para ouvir designers empreendedores, Alumni de Design do IPVC a operarem em diversos territórios. Emanuel Maia foi o primeiro a apresentar-se, narrando o seu percurso profissional desde que se formou na licenciatura em Design do Produto até à atualidade como Diretor do curso de Design do Produto na Pearl Academy, Dili, na Índia. O segundo participante foi Sérgio Ramos, designer responsável pala comunicação, imagem e marketing do restaurante Tasquinha da Linda, situado na ribeira de Viana do Castelo. Um estabelecimento que mantém o distintivo de Bib Gourmand, a última classe a alcançar no Guia que atribui a estrela Michelin.

As conversas seguiram-se com o designer Nuno Correia, fundador da Nu-London, uma empresa de mobiliário e serviços, especializada em encontrar soluções de bem-estar nos espaços de trabalho. Com sede em Londres no Reino Unido, a Nu-London opera com um sistema de rede territorial que inclui parceiros portugueses. O último #umcafécom aconteceu com o designer Jorge Passos, gerente do DCB - Double Concept Bar, drink & design. Com o IPVC, Jorge Passos tem desenvolvido projetos académicos de investigação, contribuindo na materialização de alguns dos protótipos dos estudantes de licenciatura e de mestrado. Este ano destaca-se também a sua participação em coautoria no desenho e no desenvolvimento da surdina para trompete Shatron, alcançando um prémio no A’Design Award.
Como um sistema aberto, #umcafécom trabalha em rede multidisciplinar e em colaboração experimental e imediata - próprias do nosso tempo - quer com músicos quer com designers a atuarem como empreendedores das suas próprias ideias e percursos.
Semanalmente, esta ação continuará veiculada pelo design como uma mais valia quer em relação às inquietações dos nossos estudantes, quer em relação aos anseios dos nossos Alumni.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho