Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Vacinação COVID: quem e quando vai ser vacinado?

Gerir trabalho docente presencial / ensino à distância simultâneo

Vacinação COVID: quem e quando vai ser vacinado?

Voz à Saúde

2021-02-09 às 06h00

Joana Afonso Joana Afonso

Com o arranque das campanhas mundiais de vacinação contra a COVID-19 aumentam as dúvidas acerca de quem e quando deverá ser feita essa vacinação. Saiba que as regras diferem de país para país e, em Portugal, a Direção Geral de Saúde emitiu uma Norma de Orientação Clínica que divide a nossa população e o respetivo período de vacinação em 3 Fases sequen- ciais.
Serão incluídos em Fase 1 (prioritária):
• Profissionais de saúde diretamente envolvidos na prestação de cuidados a doentes;
• Profissionais, residentes e utentes de Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas, instituições similares e Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI);
• Todas as pessoas com idade igual ou superior a 80 anos;
• Pessoas com 50 ou mais anos com, pelo menos uma das seguintes patologias: Insuficiência cardíaca; Doença coronária; Insuficiência renal em grau superior a moderada, Doença pulmonar obstrutiva crónica ou doença respiratória crónica que necessite de suporte ventilatório e/ou tratamento com oxigénio;
• Profissionais das forças armadas, forças de segurança, serviços críticos e titulares de órgãos de soberania e altas entidades públicas.
Farão parte da Fase 2:
• Pessoas com idades entre os 65 e os 79 anos, inclusive, que não tenham sido vacinadas antes;
• Pessoas entre os 50 e os 64 anos de idade, inclusive, com pelo menos uma das seguintes patologias: Diabetes; Neoplasia maligna ativa; Doença renal crónica; Insuficiência hepática; Hipertensão arterial; Obesidade.
Por último, a Fase 3 contemplará:
• Toda a restante população elegível (atualmente previsto para pessoas com 16 ou mais anos).
Os utentes serão convocados pelas autoridades de saúde locais e o agendamento será feito de acordo com as vacinas disponíveis e a calendarização de entrega. Está previsto o envio de uma mensagem SMS para o número de telemóvel registado no processo clínico de cada utente com a informação da data e local de agendamento da vacinação, pedindo-se que a pessoa responda “sim” ou “não”. Em caso de resposta negativa ou ausência de resposta estará previsto um novo contacto que, em último caso, poderá passar pelo envio de uma carta convocatória.
De salientar que, mesmo vacinado, é importante que mantenha as medidas de proteção como o uso de máscara, a etiqueta respiratória, a lavagem das mãos e a limitação dos contactos sociais, uma vez que, nem toda a população será vacinada ao mesmo tempo, nem se sabe qual a resposta individual no que respeita à aquisição de imunidade. Mais importante ainda, não se sabe se uma pessoa vacinada pode, mesmo sem sintomas de doença, transmitir o vírus a pessoas suscetíveis.
Lembre-se, cuide de Si! Cuide da Sua Saúde!

Deixa o teu comentário

Últimas Voz à Saúde

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho