Correio do Minho

Braga, sábado

- +

Vamos falar de voluntariado…

Preso por ter cão... o Estanislau:

Vamos falar de voluntariado…

Escreve quem sabe

2019-12-10 às 06h00

Margarida Pereira Margarida Pereira

No passado dia 5 de dezembro, celebrou-se o Dia Internacional do Voluntariado. Em jeito de comemoração, a Escola Secundária Carlos Amarante, juntamente com a Junta de Freguesia de S. Victor, realizaram o IV Fórum das Instituições.
A JovemCoop foi uma das entidades convidadas a integrar o painel de oradores, juntamente com a Associação Académica da Universidade do Minho e a Associação Synergia. Perante um público juvenil, fomos desafiados a falar não só das instituições que representamos, mas também sobre a nossa experiência pessoal enquanto jovens voluntários. Deste modo, ao aceitarmos o desafio proposto, fomos levados a refletir verdadeiramente sobre o impacto que o voluntariado tem nas nossas vidas.

Quando pensamos que o voluntariado serve para ajudar os outros sem ganharmos nada em troca, não podíamos ser mais ingénuos! Na verdade, aquilo que recebemos é muitas vezes maior do que aquilo que damos, tendo o exemplo da experiência que o voluntariado nos dá, os valores que nos transmite e as ditas “skills” (capacidades) que nos permite desenvolver, tudo isto dando apenas o nosso melhor, e um pouco do nosso tempo, sem termos de pagar nada em troca. Afinal quem fica a ganhar: a causa pela qual nos voluntariamos ou nós mesmos?
Foi com esta reflexão que abordamos os jovens presentes no Fórum. Quase a terminar o secundário, e sem qualquer experiência profissional no seu curriculum vitae, o que é que os pode diferenciar dos outros? O que é que os pode tornar mais valiosos para a entidade empregadora?

As experiências de voluntariado, que podem ser nas áreas que mais nos agradam, ajudam-nos a dar valor e, acima de tudo, a ganharmos valor. Dependendo do projeto de voluntariado escolhido podemos desenvolver diversas capacidades, desde melhorar línguas estrangeiras, passando pela comunicação com outras gerações e entidades, o espírito de iniciativa, a criatividade, entre muitas outras. As nossas experiências, enquanto voluntários, tornam-nos seres ainda mais únicos e singulares, que além de nos evoluir enquanto pessoas, nos evoluem também enquanto profissionais.
Na quadra natalícia que vivemos é fácil associarmo-nos a uma causa e termos o privilégio do sentimento que é missão cumprida, mas já pensamos como será que essas mesmas causas sobrevivem durante todo o ano?
Para que haja associativismo e atividades durante todo o ano é necessário que existam pessoas que dedicam algum do seu tempo a uma organização, que pode ser de carácter social, desportivo, cultural… O importante é vestirmos a camisola e podermos fazer do voluntariado uma das nossas missões do novo ano que se avizinha. Caso já seja um dos felizardos que abraça a causa do voluntariado e do associativismo, o desafio será, então, conseguir partilhar a sua missão com um amigo. Se cada voluntário levar mais um amigo, as associações conseguem duplicar os seus associados e terão, então, o dobro das mãos para trabalhar.

Nesta quadra em específico, a JovemCoop, em cooperação com a Braga+, abraça a causa do Grupo Coral de Guadalupe – a Missão Põe Azeite – e realiza um percurso solidário onde a inscrição é uma garrafa de azeite. Esta recolha tem como objetivo temperar o natal dos mais carenciados e enriquecer o cabaz entregue pela Comissão Social da Junta de Freguesia de S. Victor. No dia 21 de dezembro, pelas 10h, o percurso que inicia na Capela de Guadalupe irá (re)visitar algumas das principais obras do mestre André Soares, celebrando, assim, os 250 anos da sua morte. Esperamos vê-lo por lá, caro leitor, para que possamos desejar-lhe umas boas festas. Despedimos de 2019, desejando que 2020 traga acima de tudo muito voluntariado!

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

28 Junho 2020

Verbos traiçoeiros

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho