Correio do Minho

Braga, terça-feira

Vamos todos dormir melhor...

Combater a DPOC

Ideias

2018-03-16 às 06h00

Paulo Monteiro

Hoje é o Dia Mundial do Sono. Um dia que deve ser encarado com toda a importância já que é fundamental... dormir bem.
O tema deste ano, proposto pela World Sleep Society, é Dê importância ao sono, cuide dos seus ritmos, desfrute a vida, segundo divulgou a Associação Portuguesa do Sono, e com o qual se pretende dar projecção à atribuição do Prémio Nobel da Medicina, no ano passado, a três investigadores americanos que estudam os ritmos circadianos...

E os números que nos chegam não são bons. Por isso, há que passar a dormir melhor. Segundo o presidente da APS, Joaquim Moita, em Portugal dorme-se pouco e dorme-se mal, porque os portugueses deitam-se tarde como os latinos e levantam-se cedo como os nórdicos. Há muitos portugueses com perturbações do sono e insónias, apontadas como o principal distúrbio do sono. Mas quase todas as perturbações podem ser prevenidas ou tratadas. Para começar, todos os adultos deviam dormir entre 7,30 a 8 horas por dia e em ciclos contínuos, sem interrupção e o mais profundo possível. Se isso acontecer questione-se: como nos corre a vida se dormirmos bem? Melhor!, diz a Associação Portuguesa de Sono.

Mas fique ainda com alguns números que nos fazem pensar: 45% da população mundial é afectada por distúrbios de sono. De acordo com a Associação Mundial de Medicina do Sono, 21% dos adultos dormem menos de seis horas por dia. Estima-se que 25% dos portugueses sofrem de insónia crónica, com especial incidência nas mulheres e idosos.
Há que mudar hábitos e mentalidades e passar a dormir melhor. O descanso é importante para que, no outro dia, possamos sorrir, ter saúde e encarar a vida com outro ânimo e disposição...

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

18 Dezembro 2018

O seu a seu dono!

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.