Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Vencer 2013

Saúde escolar: parceiro imprescindível das escolas de hoje

Ideias Políticas

2013-02-12 às 06h00

Pedro Sousa

No próximo sábado, 16 de Fevereiro, o PS-Braga, liderado por Vítor Sousa, apresentará a sua candidatura à Presidência da Câmara Municipal. Uma candidatura que tem, como é timbre do PS, Braga e os Bracarenses como única razão da sua motivação.

Fazer a história do poder local em Braga, implica falar de Mesquita Machado. Goste-se ou não do estilo, concorde-se ou não com todas as opções, é inquestionável que os Bracarenses devem uma homenagem ao autarca e ao homem que guindou Braga a patamares de desenvolvimento e de qualidade de vida que pedem meças ao que de melhor se fez e faz ao nível do poder local. Se hoje Braga é a terceira cidade do país, se hoje Braga é uma cidade jovem, criativa e competitiva, muito se deve à superior condução política de Mesquita Machado.

O PS assumiu as rédeas de um Concelho muito atrasado, com infra-estruturas de primeira necessidade muito pouco desenvolvidas, com uma rede viária incipiente e mal tratada e uma estrutura de apoio social totalmente desfasada das reais necessidades da população.

Conscientes desta realidade, o PS encetou um caminho de desenvolvimento económico e social centrado na coesão territorial. Para nós sempre foi muito importante a defesa de um desenvolvimento homogéneo de todo o Concelho, permitindo que as pessoas continuassem a residir nas suas freguesias, evitando um êxodo para a zona urbana e uma desertificação das zonas rurais, com todos os problemas que daí poderiam advir, quer ao nível do planeamento, quer ao nível social.

Exemplos maiores dessa estratégia foram a dinamização de uma rede viária moderna em todo o Concelho, a qual, acompanhada de uma política de promoção dos transportes públicos, concretizada com a expansão da rede urbana a todas as freguesias do Concelho, permitiu uma maior mobilidade inter-freguesias, garantindo assim a possibilidade de fixação de trabalhadores e empresas nessas zonas. De igual modo, a expansão da rede eléctrica bem como da rede de saneamento a todo o Concelho, através dos serviços municipalizados, contribuiu decisivamente para a fixação de pessoas nestas zonas.

Paralelamente, na zona urbana, foi desenvolvida uma política autárquica de disponibilização de solos para construção com o objectivo de reduzir os preços relativos da habitação, permitindo assim algo que entendíamos essencial para a projecção futura da cidade de Braga, o crescimento demográfico e a valorização do capital humano.

Tenho consciência que uma das principais críticas que normalmente é feita ao desenvolvimento de Braga prende-se, precisamente, com este ponto e com um eventual desenvolvimento desordenado da zona urbana, fruto da política implementada. Não seria sério se, olhando agora para trás, dissesse que alguns erros não foram cometidos, que não foram construídos alguns edifícios de qualidade inferior à desejável, que as nossas opções hoje, em determinadas áreas, não seriam diferentes.

No entanto, reduzir esta política a esses efeitos não é honesto, não só porque é fácil criticar o passado, mas sobretudo porque com essa crítica fácil está-se a ignorar e menosprezar as outras dimensões positivas da estratégia prosseguida, designadamente a fixação de capital humano qualificado, que permitiu um desenvolvimento ímpar da cidade ao longo dos últimos 30 anos, algo que seria impossível sem a estratégia que foi implementada.

Há aspectos que necessitam de ser melhorados e há, efectivamente, espaço para os melhorar. Basta usar o saber de experiência feito acumulado até aqui e, ao mesmo, tempo ser capaz de abraçar novos domínios nas políticas públicas que permitam continuar a afirmar e a valorizar Braga. É neste horizonte que assenta a candidatura do PS à Câmara Municipal de Braga. Uma candidatura que é um misto de continuidade mas, ao mesmo tempo, de renovação, integrando pessoas e ideias novas com o objectivo de tornar Braga um Concelho cada vez melhor, cada vez mais pujante e cada vez com mais futuro.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias Políticas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.