Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Votos para 2011

Viagem a Viena

Ideias

2011-01-02 às 06h00

Felisbela Lopes Felisbela Lopes

Saúde
Que seja um ano cheio de saúde para mim e aqueles que me são próximos. Um período em que hospitais, médicos, consultas estejam completamente fora do meu quotidiano. Não quero olhar para macas acumuladas nos corredores de hospitais, não quero sentir um aperto de preocupação à espera daquilo que um médico tem para dizer.

Nova etapa
Que abra agora um caminho renovado. De equilíbrio no dia-a-dia, de esperança no futuro, de sorrisos interiores que se dêem a ver espontaneamente. Que este caminho que vou trilhar seja, de facto, construído com garra, com determinação, com alento, com alegria.

Tempo
Que saiba gerir de forma equilibrada a minha agenda. Que nela caibam os meus compromissos de trabalho, mas também que se abra aí tempo para quem eu gosto e para quem gosta de mim. Que perceba que há uma vida que nunca vou agarrar, sempre que falho encontros com quem gosta de mim.

Andar mais devagar
Que tenha a capacidade de desacelerar. Que consiga compreender que há um tempo para tudo: para correr e para parar. Para falar e para escutar. Que olhe menos vezes para o relógio, que carregue menos no acelerador do meu carro, que aperte menos o passo, que atropele menos as palavras… Que estenda as conversas, quando se fala do essencial. O resto pode seguramente esperar.

Optimismo
Que consiga sempre ver o lado bom daquilo que acontece, mesmo quando acontecem coisas completamente inesperadas e dispensáveis. Que saiba ver nos problemas oportunidades. Que encontre sempre uma palavra de alento para dizer a quem não encontra motivos para acreditar que há sempre uma maneira de dar a volta a situações más.

Ser amiga
Que saiba perceber quem são, de facto, os meus amigos. E que nunca me falte capacidade de os valorizar. Todos os dias. Um amigo é uma espécie em vias de extinção. Não temos muitos amigos. Daqueles verdadeiros: que estão sempre lá, à nossa espera. Aconteça o que acontecer.

Sucesso
Que alcance bons desempenhos naquilo que faço e que esses sucessos se estendam a todos aqueles que comigo trabalham. Tenho, desde sempre, esta máxima: seremos melhores, se estivermos acompanhados de gente brilhante.

Paciência
Que ganhe um espaço de respiração nos momentos em que sinta vontade de dizer tudo aquilo que penso. Que tenha noção de que cada um tem um ritmo pessoal e perceba que há gente que demora muito tempo a fazer tarefas muitos simples.

Generosidade
Que saiba ser generosa a todos os níveis: na vida pessoal e na vida profissional. Que encontre no dar motivos mais válidos do que na comodidade do receber.
 
Que este seja um ano feliz. Isto é, no fundo, o que cada um deseja para si próprio e para aqueles que lhe são próximos. É este também o meu desejo: ser feliz. Parece que não se trata de nada muito complicado, mas é todo um modo de vida. Os meus votos de um excelente 2011.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho