Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
ACICE realizou jantar para debater as perspectivas da economia portuguesa
Museu de Artes Decorativas acolhe seminário sobre 'A imigração em Viana do Castelo'

ACICE realizou jantar para debater as perspectivas da economia portuguesa

Braga será sempre Capital de Cultura

ACICE realizou jantar para debater as perspectivas da economia portuguesa

Cávado

2022-10-05 às 06h00

Redacção Redacção

A ACICE - Associação Comercial e Industrial do Concelho de Esposende, realizou, numa unidade hoteleira do concelho, um jantar-debate subordinado ao tema “Oportunidades nas crises: perspectivas para a economia portuguesa”.

Citação

A iniciativa teve um momento de boas-vindas e agradecimento pelo Presidente da ACICE, Amaro Areias que referiu a preocupação dos associados face ao atual momento de incerteza, proveniente do aumento das taxas de juro no crédito ``as empresas, ao aumento dos preços da energia, matérias-primas e consequências na produção e no desemprego.
Neste jantar-debate, orientado pelo economista Fernando Alexandre, professor da Universidade do Minho, contou com a presença de cerca de quarenta empresários da região de Esposende, foram abordadas diversas temáticas relacionadas, sobretudo, com as dificuldades que as empresas atravessam atualmente, nomeadamente, no que se refere à deterioração dos indicadores financeiros.
Fernando Alexandre analisou os diversos ciclos das crises económicas em Portugal desde o final do século passado até ao momento atual, a evolução das taxas de inflação e a implicação nas empresas e na vida dos cidadãos.
Do ponto de vista do orador, existem causas fundamentais para a justificação dos “tempos difíceis” sentidos, atualmente, por tantas empresas: ausência de estratégia e estratégia mal conseguida. Mesmo em situações de recuperação após uma fase de gestão de emergência, apenas através da introdução da Estratégia Empresarial, é possível estabilizar e fazer crescer as empresas ou os negócios afastando-as de uma situação de crise.
Fernando Alexandre também trouxe boas notícias para as empresas, está em percetiva uma nova “rota da seda”, que se traduz em novas da economia mundial que poderão vir a beneficiar os países do sul da Europa e por sua vez as empresas portuguesas.
Após apresentação iniciou-se um momento com intervenções dos associados onde foi consensual que a carga fiscal aplicada às empresas retira-lhes competitividade e é um fator determinante que impede a melhoria dos salários de base e dos quadros técnicos, essenciais para o aumento da produtividade das empresas.
Com este jantar, em período pós pandemia, a ACICE vai continuar a estar junto dos seus associados com debates que permitam cooperação e fortalecimento do tecido empresarial do concelho de Esposende.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho