Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
AGRO atinge os 16 mil visitantes com enchente no domingo
Toque na curva afasta Gabriela de prova

AGRO atinge os 16 mil visitantes com enchente no domingo

Teatros oferecem programação acessível

AGRO atinge os 16 mil visitantes com enchente no domingo

Braga

2021-09-20 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

No último dia, a AGRO registou uma enchente de visitantes fazendo com o certame tenha atingido as 16 mil entradas. Carlos Silva, administrador da InvestBraga, refere ficou dentro das expectativas.

Como tem sido tradição, o último dia AGRO - Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação foi o mais concorrido em termos de visitantes. Foram mais de dez mil aqueles que optaram por visitar o certame no domingo, dia em que se registaram mais entradas do que nos outros dias em conjunto.
A pouco menos de duas horas para o encerramento do certame, no Altice Forum Braga, o total de visitantes estava praticamente nos 16 mil, mas ainda havia pessoa a entrar.
Todas as entradas estão registadas, uma vez que o acesso foi feito exclusivamente através de ingresso, concretamente quem usou convites para aceder ao evento.
“A AGRO esteve dentro das expectativas”, assume Carlos Silva. O administrador executivo da InvestBraga lembra que a fasquia de expectativa foi colocada entre os 15 mil e os 20 mil visitantes, pelo que a barreira foi atingida.
Nos dois primeiros dias, como também é tradição, verificou-se menor afluência de visitantes. No sábado, Carlos Silva confessa que esperava mais pessoas no certame.
A menor afluência nos três primeiros dias acabou por ser compensada ontem. A afluência de visitantes obrigou mesmo à redefinição de circuitos no recinto, para que fossem cumpridas as regras de prevenção relacionadas com a pandemia.

“Este domingo foi um dia completamente em contraciclo com os outros dias. Já tinha acontecido algo parecido em 2019, quando no domingo tivemos o dobro dos visitantes dos outros três dias”, recorda Carlos Silva.
Quanto ao perfil do visitante, o administrador realça que foram sobretudo famílias. “O que notamos é que houve menos seniores a visitar por certame. Tivemos sobretudo famílias com crianças”, nota, atribindo esta situação ao facto de os mais idosos ainda poderem ter algum receio relacionamento coma pandemia.
Carlos Silva aponta ainda que a maioria dos restaurantes também se mostrou agradada com o serviço durante o evento.
De facto, como o Correio do Minho constatou, muitas famílias aproveitaram o domingo para visitar a AGRO, certame que faz parte da memória colectiva dos bracarenses.
Manuel Silva, que reside em Lomar, visita todos os anos o certame e recorda que “em 2019 isto foi imenso”.

Ontem, aproveitou a manhã para visitar a edição deste ano e notou que “apesar de mais pequena, está cá um pouco de tudo”.
Este bracarense começou aos 11/12 anos a trabalhar na agricultura, onde aprendeu a fazer um pouco de tudo, desde conduzir um tractor até podar. A sua vida tomou outro rumo, mas a paixão pela agricultura manteve-se e faz questão de a passar aos filhos.
Francisco, João e Ana acompanharam o pai nesta visita à AGRO, “um bom programa para este domingo de manhã”, contaram ao ‘Correio do Minho’.

“Os meus filhos adoram isto”, partilhou Manuel Silva, com os filhos a explicar que a exposição de animais é uma das suas áreas favoritas da exposição, mas também gostam muito de “ver os tractores”.
“Os meus filhos, de facto, gostam muito deste ambiente. Aproveitamos muitas vezes os tempos livres para ir até ao Gerês, pois eles gostam muito de ver lá os animais. Também costumamos ir a Salto, em Montalegre, assistir aos concursos de gado da raça barrosã que lá se realizam e vamos apenas por gosto”, conta ainda Manuel Silva.
Esta família partilhou ainda que “é bom voltar a haver eventos”, embora não descurem a parte preventiva. “Ainda há algum receio relacionado com estes eventos, sobretudo devido ao ajuntamento das pessoas. Porém, se cada um fizer a sua parte as coisas podem ir regressando ao normal”, referiu este bracarense, notando que a família fez o possível para manter o distanciamento durante a visita ao certame e as mãos foram desinfectadas várias vezes.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho