Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Agrupamento André Soares aguarda luz verde da DGEstE para plano do 3.º Ciclo
“Tenho os pés bem assentes no chão e os olhos postos nas estrelas”

Agrupamento André Soares aguarda luz verde da DGEstE para plano do 3.º Ciclo

CIIES acolhe ensino artístico e especializado da dança em regime articulado

Agrupamento André Soares aguarda luz verde da DGEstE para plano do 3.º Ciclo

Ensino

2020-09-16 às 07h00

Isabel Vilhena Isabel Vilhena

Sem toques de campaínha, circuitos devidamente assinalados por cores e desinfecção a toda a hora será este o cenário que o novo coronavírus trouxe para as escolas, nomeadamente para o Agrupamento de Escolas André Soares.

O regresso às aulas, este ano, será marcado por um conjunto de medidas preventivas, decorrentes da pandemia da Covid-19, que levou o Agrupamento de Escolas André Soares a redesenhar toda a organização escolar.
“Começamos a defrontar-nos com o problema em Março, mas foi em Julho que repensamos, exaustivamente, toda a organização do agrupamento e na melhor forma de proteger a nossa comunidade, criando um clima de tranquilidade e segurança”, explicou Graça Moura, directora do Agrupamento de Escolas André Soares.
Assim, foi elaborado, em Março de 2020, um Plano de Contingência COVID-19 para todos os estabelecimentos de educação e ensino do Agrupamento de Escolas André Soares (AEAS), incluindo um conjunto de orientações permitindo a preparação e adequação da resposta de cada estabelecimento, centrando-se nas questões operacionais a acautelar, de forma a proteger a saúde dos alunos, docentes, trabalhadores não docentes e visitantes, assegurando a continuidade da actividade.
Ora, esse plano é agora actualizado, de acordo com as orientações da DGS, de Julho de 2020. “A organização da comunidade escolar por sectores, segundo circuitos devidamente identificados, possibilita a identificação imediata de todos os contactos, em caso de infecção de alguma pessoa. Só assim daremos início a um novo ano escolar, com garantia de segurança e confiança, promovendo a saúde, evitando a transmissão da doença”, explica Graça Moura, sublinhando o total apoio da Unidade de Saúde Pública de Braga.
No caso do 3º ciclo, a directora do Agrupamento André Soares solicitou à Direcção - Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) autorização para funcionamento de algumas aulas do 3º ciclo. “Promover a interdisciplinaridade, autonomia, trabalho colaborativo, diversificando o espaço de concretização da aprendizagem, tomando opções curriculares devidamente enquadradas no contexto, implicando a mobilização de 350 minutos do 3º Ciclo, que envolveria 50 minutos das disciplinas de Português, Matemática, Oferta Complementar, Educação Física, Inglês, Educação Visual e Cidadania ou TIC”, explicou Graça Moura, realçando que “este conjunto de disciplinas concretizará as opções curriculares, através de metodologia de projecto e outras, permitindo aos alunos novas experiências de aprendizagem, que poderão ser desenvolvidas em espaços de aula não formais (auditório, museus, biblioteca pública), a distância e em trabalho autónomo. Esta organização implica a distribuição destes tempos, das disciplinas em causa, nos horários dos alunos no turno contrário ao da matriz principal”.
Graça Moura confessa-se “entristecida com a falta de resposta da DGEstE a este plano que considera “bem conseguido, pois iria separar muito bem os territórios, evitando cruzamentos de turmas”.
Caso esta situação não seja aprovada, “a matriz do 3º ciclo será a normal, pelo que será imperativo rever os circuitos para possibilitar a frequência de tantos alunos em regime presencial, dado que a matriz do 3º Ciclo contempla 3 dias de turno misto (manhã e tarde)”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho