Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Agrupamento Dr. Francisco Sanches prepara-se para o verdadeiro “teste”
APPACDM de Viana do Castelo promove polybat

Agrupamento Dr. Francisco Sanches prepara-se para o verdadeiro “teste”

Eurodeputada defende produção mais sustentável

Agrupamento Dr. Francisco Sanches  prepara-se para o verdadeiro “teste”

Ensino

2020-09-17 às 06h00

Isabel Vilhena Isabel Vilhena

Este ano lectivo, as escolas vão funcionar sob efeito ‘bolha’, de modo a evitar grandes aglomerados de alunos. Assim, tudo está devidamente assinalado, com circuito pintados no chão, e onde tudo deve ser cumprido à risca.

As aulas vão começar e será o regresso ao ensino presencial, depois de uma experiência de ensino à distância.
Em plena pandemia de Covid-19 e com o número de novos casos a aumentar, as escolas desenharam planos de contingência e de organização que obrigaram a esforço suplementar .
No Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches está tudo a postos para receber os alunos. “Estamos acertar alguns pormenores e temos que estar conscientes que a afinação vai ser permanente. Numa situação normal estávamos muito bem preparados, porém nesta situação ninguém tem certezas”, afirmou Arlindo Antunes de Sousa, director do Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches.

O director do agrupamento conta que “o trabalho de preparação do ano lectivo foi feito online”, agora chegou o momento do “verdadeiro teste”, confessando que “é difícil desligar da preocupação no que toca à organização contingencial. As rotinas de trabalho vão-se afinando. Estamos a fazer sessões de formação e esclarecimento de procedimentos relativamente ao funcionamento das escolas e aos planos de contingência, em colaboração com a Unidade de Saúde Pública”.
Arlindo Antunes de Sousa aponta que a maior dificuldade “é o espaço físico, a falta de mobiliário dificulta muito o distanciamento dentro da sala de aula”.

Já no que toca a condições de higiene, o director do agrupamento garante que há material que chegue (máscaras, álcool gel, desinfectantes) para todos, e se for necessário, há mais há recursos para isso”.
A EB 2,3 tinha um regime horário de 10 tempos e passou para 11. Uma medida que, segundo, Arlindo Antunes de Sousa, permitiu colocar os 5.º e 6.º anos só de manhã. As aulas vão começar às 8.10 horas e terminam às 13.35 horas. Da parte da tarde, as aulas dos 7.º e 8.º anos começam às 13.50 e terminam às 18.20 horas. São cinco tempos e os intervalos sofreram uma redução. O 9.º ano vai funcionar de manhã e tem duas tardes”.
Para o director do Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches “a forma como estão feitos os horários no 3.º ciclo permite que as disciplinas que estão em contratempo não sejam de tempo único para a qualquer momento se tivermos de passar a regime misto estas aulas passem, sem dificuldade, para ensino à distância”.

Os alunos nos dias em que só têm aulas de manhã não almoçam na escola, mas está assegurada a refeição na modalidade de take-away que será distribuída na própria sala de aula.
Os alunos com aulas a decorrer no turno da manhã e da tarde, no mesmo dia e os alunos cujas aulas se desenvolvem no período da tarde poderão almoçar na escola, de acordo com a calendarização definida. Os períodos de almoço serão, sempre que possível, desfasados, tendo em conta os horários de saída e/ou de entrada dos alunos.
Outra novidade é a “criação de uma bolsa de professores que possa acompanhar alunos, quer na falta de um professor, de modo a evitar que haja alunos dispersos na escola, quer para garantir a transição de docentes durante as mudanças de tempos”, anunciou o director.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho