Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Alto Minho aposta no turismo equestre
Director da EPATV acusa poder político de não ter “a equidade no dicionário”

Alto Minho aposta no turismo equestre

Cantor povoense brilha no ‘The Voice’

Alto Minho aposta no turismo equestre

Alto Minho

2020-08-08 às 11h00

Paula Maia Paula Maia

PROJECTO de 268 mil euros que une os municípios de Viana, Caminha e Ponte de Lima vai valorizar o turismo na Serra d’Arga.

viana do castelo
| Paula Maia |

A secretária de Estado do Turismo presidiu ontem à assinatura do contrato-projecto Vilas e Aldeias equestres entre Arga e Lima, que vai permitir um investimento de 268 mil euros na valorização do turismo equestre e Serra d’Arga.
O projecto que une Viana do Castelo, Caminha e Ponte de Lima e é apoiado pelo Turismo de Portugal no âmbito do Programa ‘Valorizar’ com uma verba de 95 mil euros.
O presidente da câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, referiu que “a belíssima jóia que é a Serra d’Arga” une os três Municípios “num projecto que faz todo o sentido”, já que o turismo equestre “tem um impacto muito positivo nos concelhos”.
A governante, Rita Marques, defendeu que o Programa Valorizar “pretende valorizar o que de melhor temos nos territórios”, assegurando que esta dinamização de rotas na Serra d’Arga à volta dos garranos vai permitir sensibilizar a população e promover o turismo equestre.
A estratégia intermunicipal de consolidação da oferta de turismo equestre no território-alvo pretende a articulação e exploração de sinergias entre o turismo equestre e outros produtos turísticos estratégicos à escala regional, especialmente com o turismo rural, o turismo de natureza e o ‘touring’ cultural e paisagístico.
No âmbito do projecto, será criada uma rede intermunicipal de percursos equestres sinalizados e interpretados entre a Serra de Arga e o vale do Lima, conectando com os percursos já existentes.
A primeira necessidade diagnosticada foi o alargamento e conectividade da rede de percursos equestres, criando dois grandes itinerários intermunicipais: 1.º Itinerário circular de montanha na Serra de Arga, passando por Montaria, Quartéis de Santa Justa, Cerquido, Arga de Cima, Arga de Baixo, Dem, Orbacém, Amonde, regressando à Montaria; e 2.º Itinerário circular entre a veiga do rio Lima e a Serra de Arga, ligando Lanheses a Bertiandos pela veiga do Lima, atravessa em São Pedro de Arcos a Área de Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos, sobe à Serra de Arga através de um caminho florestal até à freguesia da Montaria, onde encontra o Percurso Equestre Lanheses - Montaria, já existente.
Os percursos propostos irão promover a visitação de um conjunto de aldeias serranas integradas em territórios de baixa densidade.
Será ainda promovida uma rede certificada, sinalizada e divulgada de prestadores de serviços turísticos com características adequadas ao acolhimento do turista equestre, incluindo unidades de alojamento, especialmente TER (Turismo em Espaço Rural), estabelecimentos de restauração, aldeias serranas, empresas de ani- mação turística, entre outros.
O projecto prevê ainda a promoção da valorização turística do garrano enquanto espécie autóctone e do seu habitat natural, bem como da sua dimensão cultural.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho