Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
André Martins e Ritchi deram quatro golos ao Taipas
Braga regista dez novos casos numa semana e mantém 22 activos

André Martins e Ritchi deram quatro golos ao Taipas

Câmara de Famalicão investe 13 mil euros na aquisição de luvas para IPSS

André Martins e Ritchi deram quatro golos ao Taipas

Desporto

2020-02-10 às 14h32

Rui Serapicos Rui Serapicos

Dois avançados abriram na defesa adversária espaços para um resultado volumoso, pese embora ter sido o Prado o primeiro a atacar e com mais posse de bola na segunda parte.

O Clube Caçadores das Taipas Taipas venceu ontem, em casa, o Grupo Desportivo de Prado, por 4-0, em partida a contar para a 23.ª jornada da Pro-Nacional da AF Braga.
Com dois golos de vantagem ao intervalo, a equipa da casa recuou na etapa complementar e, André Martins, que já tinha um golo, aproveitou o adiantamento do GD?Prado para dilatar já aos minutos 85 e 90+2 a diferença com mais dois golos.

A equipa forasteira entrou a pressionar o último reduto dos locais, mas o conjunto da casa aguentou o ímpeto inicial e criou, por André Martins, ainda no primeiro quarto de hora, três boas ocasiões.
Com estes avisos, do Taipas, que, como viria a explicar o seu treinador adjunto, apresentou como novidade maior na frente de ataque dois pontas de lança, o Prado recuou mas não impediu André Martins solto em posição frontal e bem servido por um cruzamento do seu companheiro de equipa, André, de marcar, aos 17 minutos, o primeiro golo.

O Taipas voltou a marcar, aos 21 minutos por Ritchi, de novo aproveitando uma abertura em posição frontal. O guarda-redes ainda tentou mas não conseguiu evitar o segundo.
A modesta resposta do Prado teve expressão num cabeceamento de Bruno Silva ao lado do poste, ainda na primeira parte e, já na segunda, após substituição feita ao intervalo, uma subida de Cláudio Sampaio pela esquerda que culminou com uma defesa de Luís.

A perder por dois, o Prado, em busca da recuperação, assumiu mais posse de bola, ganhou livres e cantos.
Nesse pendor atacante, voltou a desguarnecer o seu sector mais recuado e André Martins, aos 85 minutos, bisou, sentenciando a vitória do Taipas.
O mesmo jogador ainda iria marcar o seu terceiro, que seria o quarto do Taipas, dando ao resultado dimensão desproporcionada. Mas o triunfo da equipa da casa, tanto pelo superior rigor defensivo como pela eficácia no aproveitamento das oportunidades, não tem contestação.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho