Correio do Minho

Braga,

- +
Angola escolhe UMinho para mestrados
Caminha com cinco bandeiras azuis confia em época balnear excepcional

Angola escolhe UMinho para mestrados

Bruno Silva e Marta Branco venceram o 22.º BTT XCO - ACRAP

Angola escolhe UMinho para mestrados

Ensino

2021-05-29 às 08h03

Redacção Redacção

Protocolos foram celebrados nas áreas de educadores de infância e professores do ensino básico.

A Universidade do Minho assinou protocolos com o Governo de Angola e com três Institutos Superiores de Ciências da Educação (ISCED) daquele país, para a implementação de mestrados de formadores de educado- res de infância e de professores desde o ensino básico ao secundário. A cerimónia decorreu no edifício da Reitoria, no Largo do Paço, em Braga.
“Há uma aposta estratégica em Angola para criar as bases na formação de professores. Temos docentes formados em ciências da educação, por exemplo, mas importa dotá-los em matérias específicas e, para isso, fomos felizes em identificar a UMinho” em 2019, disse o coordenador adjunto da Unidade Técnica de Gestão do Plano Nacional de Formação de Quadros daquele país, MBangula Katúmua.

A UMinho foi eleita entre as instituições de ensino superior de Portugal pelo seu longo percurso na área. Nesse âmbito, o Governo de Angola lançou agora os mestrados em Metodologias da Educação de Infância (Huíla), Metodologias do Ensino Primário (Benguela) e em Metodologias em Ensino de Língua Portuguesa no Ensino Secundário (Luanda). Estão sob a alçada dos ISCED, tendo organização e lecionação conjunta da UMinho.

Esta iniciativa enquadra-se na crescente internacionalização da UMinho, em particular com os países da CPLP, frisou o reitor, Rui Vieira de Castro, mostrando disponibilidade na colaboração. O presidente do Instituto de Educação (IE) da UMinho, Leandro Almeida, referiu que as aulas presenciais dos cursos iniciaram esta semana em Braga, envolvendo cerca de 70 mestrandos e 20 “pares pedagógicos”: “O IE ganhou outra alegria e vitalidade, este é um projeto muito ambicioso e estamos a concretizar um sonho, o clima de entendimento é muito grande”, vincou, notando que se pondera um projeto de supervisionar estágios em Angola.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho