Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Ano lectivo em Fafe começa em segurança
Hospital está a dar “absoluta resposta” aos casos Covid-19

Ano lectivo em Fafe começa em segurança

Aberta votação online do Concurso ‘Jovens Criadores’ de Braga

Ano lectivo em Fafe começa em segurança

Vale do Ave

2020-09-19 às 06h00

Redacção Redacção

Câmara Municipal de Fafe mostrou-se disponível para ajudar as escolas a combaterem a pandemia da Covid-19. O autarca Raúl Cunha apelou a que todos cumpram as regras da Direcção Geral da Saúde nas escolas.

A Câmara Municipal de Fafe está disponível para apoiar as escolas do concelho a fazer face à situação de pandemia provocada pelo ‘Covid-19’. A promessa foi deixada pelo autarca fafense, Raúl Cunha, na semana em que começaram as aulas. “O ano lectivo de 2020/2021 será também um ano particular, face ao contexto da pandemia e às incertezas relativas ao futuro. Por isso, o município estará atento e disponível para colaborar com as escolas, atendendo às necessidades no âmbito das suas competências. As escolas e os agrupamentos estão a trabalhar incansavelmente e com toda a responsabilidade para que as orientações da Direcção Geral de Saúde sejam cumpridas. É importante que todos cumpramos as regras ditadas pelas autoridades de saúde para retomarmos a normalidade possível. Esperamos que o espírito responsável e colaborativo que todos temos tido se mantenha também nas escolas e, para isso, contamos com os alunos, professores, auxiliares e encarregados de educação”, afirmou Raúl Cunha.

No âmbito dos apoios às escolas, refira-que a autarquia fafense aprovou a proposta de auxílio económico para alunos do primeiro ciclo num montante superior a 16 mil euros. Esta verba destina-se à aquisição de Livros de fichas e de Material Escolar. Esta medida abrange 463 crianças, dos Escalões A e B.
Foi, ainda, aprovado o protocolo de fornecimento de refeições escolares a crianças da Educação Pré-Escolar e a alunos do primeiro ciclo do Ensino Básico.

O investimento ronda os 210 mil euros. A nível de pessoal não docente, foram integrados cerca de 60 funcionários nas escolas. No terceiro período do ano lectivo passado, a Câmara Municipal de Fafe avançou com a distribuição de material informático pelos alunos que não dispunham de equipamentos necessários para assegurar o ensino à distância e, em parceria com as juntas de freguesia, foi assegurado o acesso à ‘internet’.
A medida visou criar condições de igualdade para todos os alunos do concelho, de modo a poderem assistir às aulas por via digital, já que as escolas permaneceram encerradas durante a pan- demia do Covid-19.
Para este ano lectivo, está a ser pensado um projecto formativo que promova o desenvolvimento das competências pessoais dando cumprimento a todas as regras e medidas para combater a pandemia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho