Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Aprender os cinco gestos do socorro
Projecto Letraria reinventa-se com produção de sidra

Aprender os cinco gestos do socorro

Serviços de Ação Social da Universidade do Minho distinguidos com o selo de "Effective CAF User" pela DGAEP

Aprender os cinco gestos do socorro

Casos do Dia

2010-03-02 às 06h00

Teresa M. Costa Teresa M. Costa

Os ‘cinco gestos do socorro’ começaram ontem a ser praticados pelos alunos da EB1 do Eirado, Amares, associando-se ao Dia Internacional da Protecção Civil.

As crianças das escolas do 1.º ciclo do ensino básico de Amares são as primeiras, no distrito de Braga, a aprender os cinco gestos de socorro.
A formação às crianças arrancou ontem, Dia Internacional da Protecção Civil, como forma de assinalar esta data em Amares, com os alunos da EB1 do Eirado, da sede do concelho.

O projecto 'Cinco gestos de socorro' já está a ser implementado, desde 2007, pela Associação Nacional dos Alistados das Formações Sanitárias (ANAFS) em vários pontos do país e já deu formação a 9680 crianças. 'Terá que ser este o percurso para criarmos sociedades mais seguras no futuro' sustenta a coordenadora pedagógica do projecto na ANAFS, Marinela Veloso, lembrando que as crianças 'são grandes assimiladores e tornam-se grandes vectores de divulgação'.

Um dos propósitos deste projecto 'é que eles cheguem a casa e transmitam este conhecimento ao seu agregado familiar e assim contribuirmos para que a nossa sociedade esteja mais preparada para responder a uma situação de emergência, nem que esta seja uma catástrofe'.
A ideia da ANAFS é estender o projecto a todo o distrito de Braga.
Em Amares, o projecto vai envolver, este ano lectivo, mais de duas centenas de alunos e é para continuar nos próximos anos, juntando a ANAFS e o município.

O nível de ensino privilegiado é o 4.º ano de escolaridade por se entender que é a melhor faixa etária para esta formação, explicou ao 'Correio do Minho' a vereadora da Educação da Câmara Municipal de Amares, Sara Leite.
Depois dos primeiros gestos de ontem, a formação irá prosseguir em contexto escolar.
Os alunos da EB1 do Eirado ficaram a saber que a prevenção é o primeiro gesto, mas aprenderam também algumas técnicas para lidar com uma emergência.

A propósito do Dia Internacional da Protecção Civil que ficou ainda marcado por várias palestras, o presidente da Câmara Municipal de Amares, José Barbosa, aludiu à importância da sensibilização colectiva dos ci-dadãos, apostando na prevenção dos riscos e na reflexão para preparar respostas adequadas, elogiando todos os que integram o serviço municipal.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho