Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
“Área da educação é prioritária”
Artista colombiana estreia-se em Portugal com exposição na Casa dos Coimbras

“Área da educação é prioritária”

Executivo de Viana do Castelo acompanha obras na União de Freguesias de Torre e Vila Mou

“Área da educação é prioritária”

Ensino

2023-09-07 às 06h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

Município assinalou abertura do novo ano lectivo com uma sessão no Altice Forum Braga.

Citação

Abriram-se as portas do novo ano lectivo 2023/24, que se espera que decorra de forma tranquila para os mais de 23 mil alunos inscritos. O Município de Braga assinalou a abertura do novo ano escolar com uma sessão, no Altice Forum Braga, que contou com a participação dos assistentes operacionais, assistentes técnicos e técnicos superiores em funções nos estabelecimentos de ensino do concelho, assim como os Agrupamentos de Escolas, representantes das Associações de Pais e das juntas de freguesia.
Para além de uma oportunidade de convívio, o momento foi, sobretudo, de alinhamento de estratégias e motivação para o ano lectivo que agora começa.
“A área da educação é, necessariamente, prioritária, nunca é demais dizê-lo, em qualquer território, porque é com base no processo de aprendizagem e de formação social que os nossos jovens ficam melhor preparados para enfrentar os desafios que lhes são colocados ao longo da vida. Mas é, particularmente, desafiante e importante num território como Braga, que é um dos que tem uma maior dinâmica demográfica e tem tido um maior crescimento, seja por via natural, seja por atracção de pessoas de outras geografias”, sublinhou o presidente da câmara, Ricardo Rio, na sessão de abertura, lembrando que em muitas das escolas do concelho existem “20 e 30% de alunos estrangeiros e isso é também importante para que Braga continue a crescer e atrair esta diversidade cultural”.
Edil considera que este é também “um desafio no ponto de vista da gestão dos equipamentos” e acarreta “responsabilidades acrescidas”.
“Como presidente da câmara partilho este sentimento: é bem melhor termos hoje necessidade de andar a ampliar salas e espaços em todas as escolas, do que vivermos o que se vivia há uns anos, de corrermos, sistematicamente, o risco de ter que encerrar equipamentos escolares por não ter o número de alunos necessário”, confessou o autarca.
“É uma realidade desafiante, mas para a qual estamos a trabalhar”, reforçou, dando conta da meta clara de fazer de Braga também “um exemplo na área da educação”.
Encontro contou ainda com uma sessão de Alexandra Lemos, subordinada ao tema ‘Amor Corporativo’, através da partilha de técnicas de como melhorar as relações profissionais e descobrir propósito e paixão no trabalho, como elemento diferenciador para potenciar as ligações interpessoais em contexto laboral e da felicidade nas organizações.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho