Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Arte de Iuri Medeiros desfaz valentes galos de Barcelos
UMinho descobre enzima com potencial para biocombustível e farmacêutica

Arte de Iuri Medeiros desfaz valentes galos de Barcelos

Campus da Protecção Civil de Famalicão vai apoiar distritos de Braga, Porto e Vila Real

Arte de Iuri Medeiros desfaz valentes galos de Barcelos

Desporto

2021-01-27 às 06h00

Miguel Machado Miguel Machado

Vitória justa. O SC Braga levou a melhor sobre o Gil Vicente, na 15.ª jornada, e recuperou o quarto lugar na I Liga. Golo de Iuri Medeiros, aos 73 minutos, resolveu um dérbi minhoto animado até ao fim.

Um golo de Iuri Medeiros, aos 73 minutos, deu ontem a vitória ao SC Braga no dérbi minhoto diante do Gil Vicente, a contar para a 15.ª jornada da I Liga. Com esta vitória, a sétima consecutiva em casa, os bracarenses recuperaram o 4.º lugar da tabela, já os gilistas continuam maré de azar e sofreram a terceira derrota seguida no campeonato.
O SC Braga venceu bem, lutou mais por isso, mas houve dérbi minhoto até ao fim.
Apostados em voltar às vitórias depois do desaire amargo na final da Taça da Liga, os Guerreiros tentaram assumir as rédeas do jogo desde o início, mas enfrentaram dificuldades para desmontar a estratégia gilista, alicerçada também em três centrais (5x3x2) mas claramente de tração traseira comparada com utilizada pelos bracarenses com os laterais projectados no ataque.
Primeiros 20 minutos amarrados, lentos e sem oportunidades, obrigaram a equipa do SC Braga a ter que dar à perna e a um jogo de paciência para abrir espaços.
Não estava fácil desorganizar os gilistas, mas aos 31 minutos Galeno furou pela área e sacou um penálti ao central Ygor Nogueira. Castigo máximo não foi, porém, aproveitado pelo SC Braga. Chamado a converter, Paulinho enganou o guardião gilista Denis mas atirou ao poste. Na recarga, Galeno rematou à barra da baliza do Gil Vicente, numa dupla infelicidade dos guerreiros a desperdiçar uma oportunidade soberana.
Muito atrás na primeira parte, os barcelenses só aos 42 minutos criaram um ‘frisson’ no ataque digno desse nome. Após centro de Claude, o iraquiano Alaa Abbas cabeceou por cima da baliza de (quase espectador) Tiago Sá.
Antes do intervalo, o Gil Vicente reclamou mão na área de Raúl Silva, lance foi revisto pelo VAR mas considerou casual.
Com resultado em aberto, na segunda parte o SC Braga teve que puxar pela imaginação e aumentar a intensidade para superar a valentia dos Galos de Barcelos. Já com o Ricardo Horta em campo, os Guerreiros foram bem mais proactivos no ‘aperto’ aos gilistas. Prova disso foi que em dez minutos fizeram mais remates perigosos à baliza de Denis, que todo o primeiro tempo. Problema era a pontaria...
Com o nulo a persistir, aos 57 minutos Carvalhal desfez, então, a linha de três defesas e reorganizou a equipa em 4x3x3.
No Gil Vicente, o técnico Ricardo Soares também reajustou, mas neste duelo de bancos quem levou a melhor foi o SC Braga, já que após as mudanças, conseguiu desbloquear o resultado aos 73 minutos. Paulinho com um grande passe isolou Iuri Medeiros, que não falhou na cara do desamparado Denis.
Sem nada a perder, o Gil Vicente lançou-se nos últimos minutos para resgatar o empate, e aos 81 minutos Tiago Sá foi gigante entre os postes do SC Braga, a parar um gilista que estava isolado. Lance foi (bem) anulado por fora de jogo, mas o guarda-redes - que ontem fez estreia na I Liga esta época - estava lá.
Depois... mais experientes, os Guerreiros souberam congelar os ‘galos’ e segurar os três preciosos pontos da vitória.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho