Correio do Minho

Braga,

- +
Artur Jorge: “Motivação é continuar a vencer”
Vítor Oliveira é candidato à presidência da concelhia do PS de Guimarães

Artur Jorge: “Motivação é continuar a vencer”

Bom Jesus: visita à Torre Sineira e Coro Alto foi um sucesso

Artur Jorge: “Motivação é continuar a vencer”

Desporto

2024-03-02 às 06h00

Fábio Moreira Fábio Moreira

Timoneiro arsenalista assegurou que a motivação dos Guerreiros do Minho não aumentou com a possibilidade de alcançar, de forma provisória, o FC Porto no 3.º lugar. Artur Jorge apontou ainda que o que move os bracarenses é a sede por triunfos.

Citação

Artur Jorge apontou que a motivação e objectivos dos arsenalistas mantêm-se os mesmos, independentemente da possibilidade do SC Braga igualar, provisoriamente, o FC Porto na tabela classificativa da I Liga. Guerreiros do Minho recebem, hoje pelas 20.30 horas, o Estrela da Amadora (orientado pelo povoense Sérgio Vieira), em jogo da 24.ª jornada da I Liga.
“A nossa motivação é continuar a ganhar, ter a mesma ambição, a mesma capacidade para defrontar este adversário e tentar vencer. Uma equipa que procura ser competitiva defensivamente e a nossa missão passa por somar mais três pontos e seguir o nosso caminho”, começou por assegurar o timoneiro dos Guerreiros do Minho.

Artur Jorge apontou ainda que o compromisso dos arsenalistas mantém-se o mesmo, recusando algum tipo de entusiasmo pelo facto do SC Braga poder igualar, provisoriamente, o FC Porto no 3.º lugar da I Liga.
“Tive oportunidade de falar na véspera do jogo com o Boavista e o nosso compromisso seria sempre de muito trabalho e dedicação nas jornadas que faltam. Não deixa de ser diferente e afastamo-nos de quem vinha atrás e aproximamo-nos dos da frente. Tivemos tudo isso, mas não podemos baixar a guarda. O caminho será sempre de dificuldade”, garantiu Artur Jorge.
Relativamente ao adversário de hoje, Artur Jorge recordou que o Estrela da Amadora tem muitas caras novas (quando comparado com o confronto da primeira volta), mas que a ideia de jogo dos ‘tricolor’ continua a ser a mesma.
“Reforçaram-se muito, não alteraram a estrutura. Joga muito com uma linha de cinco, com três centrais muito fortes, acrescentou valor às ideias do treinador, mas tem a mesma ideia de jogo”, confessou o timoneiro dos Guerreiros do Minho.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho