Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Atletas da UMinho premiados com Bolsas de Educação
Guimarães “prepara-se para as mudanças que se adivinham”

Atletas da UMinho premiados com Bolsas de Educação

Desemprego desce no mês de Junho

Atletas da UMinho premiados com Bolsas de Educação

Desporto

2020-07-30 às 15h15

Redacção Redacção

Bárbara Falcão e Miguel Cunha receberam uma bolsa no valor de 1000 euros, fruto da conciliação entre os bons resultados desportivos e o mérito académico.

A Federação Académica do Desporto Universitário (FADU), em parceria com os Jogos Santa Casa, atribuíram, este ano, mais 10 Bolsas de Educação aos estudantes-atletas que melhor conciliaram os resultados desportivos na Universíada de Nápoles 2019 com o desempenho académico no ano letivo 2018/2019. Nesta edição de 2020, a UMinho viu premiados os seus estudantes Bárbara Falcão (Licenciatura em Gestão) e Miguel Cunha (Mestrado em Biologia Molecular, Biotecnologia e Bioempreendedorismo em Plantas) que se destacaram nas modalidades de Basquetebol e Voleibol, respetivamente.

Com estas bolsas, as instituições promotoras visam não só premiar, mas também motivar todos os atletas-estudantes “que demonstrem um particular esforço na conciliação das vertentes da competição desportiva e da formação universitária”, segundo nota enviada pela FADU.

Miguel Cunha que arrecadou o 8.º lugar na Universíada, revela que devido à natureza competitiva do que faz são mais reconhecidos pelos feitos desportivos do que pela carreira académica que representa, também ela, uma grande parte da sua vida, por isso, esta Bolsa de Educação “teve um sabor muito especial”, disse. Acrescentando que “é um orgulho enorme ter este tipo de reconhecimento, para além do prémio de 1000 € que será investido na minha formação académica”. O estudante-atleta assume que estas iniciativas são “bastante motivadoras, pois o facto de haver um reconhecimento dos esforços académicos poderá incentivar mais estudantes-atletas a não negligenciar os estudos por não verem o valor que a carreira académica lhes traz quando comparam com a carreira desportiva, principalmente a curto prazo. Pois, à exceção de alguns casos, o que nos vai dar mais garantias de um futuro estável é a carreira académica”.

Bárbara Miranda arrecadou a medalha de bronze pela Seleção Nacional Universitária de basquetebol feminino, a única equipa europeia a subir ao pódio da competição. A estudante-atleta assume que a conciliação entre o desporto e os estudos “neste nível de exigência é sempre complicada, mas possível”, apontando que a Universidade e a sorte de ter professores compreensivos, tem “ajudado muito”.

“Sabe sempre bem receber estas coisas no âmbito do reconhecimento”, afirma a basquetebolista, salientando que a iniciativa “acaba por ajudar em qualquer percalço que possa acontecer durante o ano letivo”.

O diretor do Departamento de Desporto e Cultura dos Serviços de Acção Social da Universidade do Minho, Carlos Videira, assinala a extrema relevância da iniciativa no apoio às carreiras duais: “Estamos a falar de atletas que competem ao mais alto nível, estiveram nas Universíadas, que são a maior competição multidesportiva a seguir aos Jogos Olímpicos, e todas as medidas que contribuam para facilitar a conciliação dos estudos com o desporto são muito importantes para a sua motivação e desempenho”.

O responsável salienta ainda que “são dois atletas com ADN UMinho que evidenciam o trabalho de promoção das carreiras duais que é feito na nossa Academia. São estudantes que também beneficiaram dos Prémios de Mérito Desportivo e constituem-se como um exemplo para os restantes colegas de como é possível ser duplamente bem-sucedido, no desporto e na academia. Espero que continuem a inspirar os seus colegas e a contribuir para que a Universidade do Minho seja uma referência nesta área”, disse.



Devido às restrições relacionadas com o Covid-19, a apresentação da edição de 2020 das Bolsas de Educação Jogos Santa Casa decorreu, de forma simbólica, na sede da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), com a presença do provedor Edmundo Martinho e do presidente da FADU, André Reis.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho