Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Atur Jorge: “Expulsão tem marcas no volume do resultado e não na justiça”
Esposende: Alargamento de cemitério e zona de lazer são prioridades

Atur Jorge: “Expulsão tem marcas no volume do resultado e não na justiça”

Viana do Castelo: Câmara oferece duas bicicletas para patrulha urbana da PSP

Atur Jorge: “Expulsão tem marcas no volume do resultado e não na justiça”

Desporto

2023-09-25 às 06h00

Fábio Moreira Fábio Moreira

Artur Jorge garantiu que o SC Braga estava a ser a melhor equipa 11 contra 11 e que a expulsão de Sebastián Pérez, à passagem da meia-hora, só teve impacto no volume do resultado e não na justiça.

Citação

No final do encontro com os ‘axadrezados’, Artur Jorge garantiu que a expulsão de Sebastián Pérez, aos 31 minutos, foi um momento do encontro, mas que esse momento não coloca em causa a justiça do triunfo dos Guerreiros do Minho, que foi sempre a melhor equipa em campo no Municipal de Braga.
“Era muito importante para nós vencer e aproximar-nos dos primeiros classificados. É obvio que tudo o que acontece depois da expulsão tem marcas. Mas tem marcas em relação ao volume do resultado e não na justiça do resultado. Estivemos muito fortes. Sofremos o golo do empate num erro individual nosso mas, no onze para onze, fomos melhores. Depois da expulsão foi o confirmar da superioridade que tínhamos e o jogo ficou mais difícil para o Boavista”, salientou o timoneiro dos Guerreiros do Minho.

Com quatro alterações no onze inicial, é justo pensar que o técnico arsenalista optou por rodar o plantel, tentando manter as suas peças frescas para os jogos que se aproximam. Porém, esta ideia foi rejeitada por Artur Jorge que garantiu ter escolhido o onze que lhe dava mais garantias de conseguir os três pontos.
“Temos tido algum tempo de recuperação entre jogos e entendia que este podia ser o melhor onze segundo a estratégia que montámos. Não tem que ver com qualquer tipo de gestão. Na parte final mexemos para dar minutos a alguns jogadores mas sempre com o sentido de mantermos a equipa competitiva até ao fim. Nunca perdemos a qualidade e fomos sempre muito consistentes Vamos ter uma série de jogos que nos obrigam que estejamos bem fisicamente e queremos que a resposta seja igual à de hoje”, apontou o técnico do SC Braga.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho