Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Aumento de casos de Covid-19 faz disparar número para 600 testes diários
Dia Mundial da Criança com vertente solidária

Aumento de casos de Covid-19 faz disparar número para 600 testes diários

Filme ‘Dimensão S’ alertou crianças para adopção de estilo de vida saudável

Aumento de casos de Covid-19 faz  disparar número para 600 testes diários

Braga

2022-01-21 às 07h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

Farmácia de Lamaçães tem instalado um centro de testagem Covid-19, numa tenda exterior, para dar resposta à crescente procura dos últimos meses. Esta semana, os números aumentaram para 600 testes diários, com 15 por cento de positivos.

Citação

Os números da infecção têm batido recordes nos últimos dias e a procura pelos testes de despistagem profissional também. Na última semana, o centro de testagem à Covid-19 da Farmácia de Lamaçães tem realizado uma média de 600 testes diários, número só batido na época natalícia, quando chegaram aos 800 testes por dia. Agora, a principal diferença é a faixa etária.
“Desde que houve esta mudança na política das escolas, temos notado um aumento do número, especialmente, na faixa etária mais baixa, com muitas crianças desde o início da semana, porque quando há um caso positivo detectado numa turma os meninos para regressarem têm de ter prova de teste negativo e as recomendações são que venham fazer um teste rápido profissional e, se for negativo, podem regressar à escola. Neste contexto temos visto um aumento da procura, até porque, muitas vezes as pessoas aproveitam para todo o agregado testar, testa a família inteira e isso faz disparar os números”, explicou Catarina Lages, farmacêutica da Farmácia de Lamaçães, dando conta do aumento em termos de números.
“Esta semana temos feito uma média de 600 testes diários. No Natal, chegámos a fazer uma média de 800 testes diários, nessa altura montámos até um contingente maior, até porque, a época assim o exigia. Neste momento, temos cerca de 15 por cento de positivos, tem aumentado, há dias que vai até aos 20 por cento, mas a média tem-se fixado nos 15 por cento. Há muitas crianças a testar positivo nesta fase, nas faixas etárias mais novas e, consequentemente, os pais”, revelou.
Apesar do aumento da procura pelos testes antigénio, Catarina Lages diz que tudo tem “acontecido a um ritmo normal, sem confusões” e “a equipa também é testada sempre para garantirmos que estamos todos em segurança”.
Neste momento, a Farmácia de Lamaçães disponibiliza o centro de testagem numa tenda montada no exterior, em regime de casa aberta: “mal pudemos participar nesta acção comunitária activámos logo os mecanismos para termos a testagem a funcionar e, há dois meses, que temos em funcionamento o centro de testagem exterior. Inicialmente fazíamos no interior da farmácia, como começámos a perceber que causava muita instabilidade lá dentro, decidimos separar para o exterior, até pelo risco de contágio e, neste momento, estamos a testar no interior de forma controlada através de marcação, com todos os pedidos que são feitos anteriormente e cá fora funciona em regime de casa aberta. Funciona muito bem, a um ritmo normal, as pessoas chegam e vão sendo testadas à medida que vão chegando e corre tudo bem. Nunca temos muito tempo de espera, também criámos procedimentos internos para que isto fosse tudo o mais célere possível. Temos uma equipa de 8/10 enfermeiros que se vão revezando ao longo do dia”.
Considerando a “testagem é muito importante para conseguir perceber os casos com alguma prematuridade”, a farmacêutica lembra ainda que a Farmácia de Lamaçães disponibiliza também o serviço de entrega ao domicílio para pessoas que estejam positivas e não possam sair de casa.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho