Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Avança requalificação e renaturalização do rio Torto e ribeira de Panoias
Plano de Comunicação 2021 do Desporto e Atividade Física: Póvoa de Lanhoso em terceiro lugar

Avança requalificação e renaturalização do rio Torto e ribeira de Panoias

Diversidade Cultural à mesa em Famalicão de 20 a 23 de maio

Avança requalificação e renaturalização do rio Torto e ribeira de Panoias

Braga

2021-05-01 às 06h00

Redacção Redacção

Câmara de Braga assinou ontem um protocolo de cooperação com a Agência Portuguesa do Ambiente e com o Governo, que vai viabilizar a requalificação e renaturalização da área urbana associada ao rio Torto e à ribeira de Panoias.

Um milhão e meio de euros é quanto o Município de Braga vai receber no âmbito de um protocolo de cooperação assinado ontem de manhã com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e com o Governo. Este pacote financeiro vai viabilizar a requalificação e renaturalização da área urbana associada ao rio Torto e à ribeira de Panoias, avança a autarquia.
No final da cerimónia de assinatura do protocolo, realizada em Coimbra, o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, sublinhou a importância do acordo com a APA que vai ajudar a “resolver em definitivo o problema dos riscos de cheia e da poluição o rio Torto e na ribeira de Panóias que se arrasta há várias décadas, com prejuízos para a qualidade de vida das populações”.

A par da intervenção que se irá iniciar nos próximos dias junto à zona envolvente do rio Torto, integrada nos trabalhos de conclusão do troço da Variante do Cávado até Frossos, o Ricardo Rio adiantou que a intervenção agora contratualizada vai possibilitar a criação de baías de retenção para reduzir os riscos para a população da zona.
“Vamos ainda proceder à renaturalizaçao de todas as margens do rio Torto, à semelhança do rio Este, para que estas sejam mais agradáveis para quem ali reside”, explicou o autarca, no final da cerimónia que foi presidida pelo primeiro-ministro, António Costa.

Em comunicado, a autarquia explica que o projecto de requalificação e renaturalização do rio Torto e ribeira de Panoias será desenvolvido no âmbito do REACT-UE, um mecanismo europeu que complementa o financiamento da coesão para os países da União Europeia nos primeiros e cruciais anos da recuperação após o surto de Covid-19.
Este protocolo atribui a Braga uma verba de 1,5 milhões de Euros para projectos que terão que estar totalmente executados até ao final de 2023.
“Se juntarmos a estas duas intervenções o lançamento do concurso para a nova ETAR, estão reunidas as condições para resolvermos de uma vez por todas o grave problema a que foram condenadas as populações desta zona do concelho”, garante Ricardo Rio, citado no comunicado.

O protocolo prevê acções de reabilitação da rede hidrográfica, nomeadamente a estabilização de margens e beneficiação de habitats para espécies ribeirinhas, a reabilitação de infra-estruturas degradadas, contenção de espécies de invasoras, a eliminação de pressões hidromorfológicas, acções de desassoreamento e intervenções para adaptação aos desafios das alterações climáticas.
“A reabilitação da rede hidrográfica é essencial para permitir o bom funcionamento da rede hídrica, nomeadamente, para a recuperação das condições de escoamento das linhas de água e de qualidade das massas de água, estabilização de margens e prevenção da erosão e para a consolidação da galeria ripícola, potenciando o seu valor ecológico”, refere a autarquia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho