Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Balanço positivo da Feira do Livro de Barcelos
Ciclo Julho é de Jazz recebe encontro único entre referências do jazz nacional

Balanço positivo da Feira do Livro de Barcelos

Famalicão Cidade Orizuro já tem colaboradores

Balanço positivo da Feira do Livro de Barcelos

Cávado

2019-07-15 às 18h18

Redacção Redacção

Esta edição teve como objetivo principal a promoção e o incentivo à leitura, destacando-se a evocação a Sophia de Mello Breyner, cujo centenário do nascimento se comemora no presente ano, a Agustina Bessa-Luís, a escritora da “Sibila, que faleceu recentemente, e a Florbela Espanca, de quem se comemoram os 125 anos do seu nascimento.

Chegou ao fim a 37ª edição da Feira do Livro de Barcelos que, entre os dias 2 e 14 de julho, animou e encheu de livros a Avenida da Liberdade e o Largo da Porta Nova, contando com mais de 90 editoras e 17 livreiros, distribuidores e alfarrabistas.

Esta edição teve como objetivo principal a promoção e o incentivo à leitura, destacando-se a evocação a Sophia de Mello Breyner, cujo centenário do nascimento se comemora no presente ano, a Agustina Bessa-Luís, a escritora da “Sibila, que faleceu recentemente, e a Florbela Espanca, de quem se comemoram os 125 anos do seu nascimento.

Marcada por lançamentos e apresentações de livros, recitais de poesia e música, teatro, concertos e animação de rua, a Feira do Livro de Barcelos voltou a oferecer uma grande variedade e qualidade de eventos. Por isso, o público correspondeu em grande número, quer visitando os stands e adquirindo livros, quer participando nas tertúlias, convivendo de perto com grandes nomes da cultura e da música portuguesas.
O evento abriu com uma intervenção artística de A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos, seguindo-se o lançamento do livro “O Sonho de Ver o Invisível” de Luís Carvalhido com a apresentação de António F. Maia, José Augusto Santos e João Lobo.

A Feira do Livro contou ainda com alguns nomes da cultura, do jornalismo e da televisão portuguesa, tais como José António Saraiva (dia 14), antigo diretor do semanário “Expresso”, Catarina Furtado (dia 11), Joana Amaral Dias (dia 6) e Hélder Reis (dia 10) na apresentação dos livros “Eu e os Outros: uma Espécie de Memórias”, “Adolescer é Fácil # só que não!”, “Psicopatas Portugueses” e “Lendas, Mitos e Ditos de Portugal”, respetivamente .

Os escritores barcelenses também estiveram em destaque, com a realização de uma tertúlia, no dia 8 de julho, que contou com a participação de Domingos da Calçada, Rui Sousa Basto, José Ilídio Torres e Joana Luísa Matos, e a apresentação do livro “Menina entre 2 Azuis”, de Inês Martins de Faria, Prémio Literário do Município de Barcelos 2018, no dia 14 de julho.

O espaço infantil voltou a ser centro das atenções para as inúmeras crianças, graças ao vasto e variado conjunto de atividades, como ateliês, apresentação de livros, pintura, leitura de histórias e sessão de contos. Os mais novos tiveram ainda oportunidade de usufruir de atividades permanentes, tais como, o cantinho da leitura, jogos didáticos, mural de pintura e desenhos para colorir.

Todos os dias, a animação de rua esteve a cargo d’A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho