Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Barcelos: Instituto Politécnico do Cávado e do Ave já formou mais de nove mil alunos
Alto Minho proporciona viagem no tempo

Barcelos: Instituto Politécnico do Cávado e do Ave já formou mais de nove mil alunos

Conta-europa já viu entrar mais de oito milhões de euros

Barcelos: Instituto Politécnico do Cávado e do Ave já formou mais de nove mil alunos

Ensino

2021-09-12 às 11h00

Redacção Redacção

INSTITUIÇÃO de ensino superior politécnico entregou as cartas de cursos a mais de 100 estudantes formados no ano lectivo de 2020/2021. Presidente da direcção desafiou os recém-formados a manterem o contacto com a instituição de ensino.

O Instituto Politécnico do Càvado e do Ave (IPCA) já formou mais de nove mil jovens. O número foi avançado pela presidente da instituição de ensino superior politécnico, Maria José Fernandes, ontem na cerimónia de entrega das Cartas de Curso 2021. A sessão contou com a presença de mais de 100 jovens e respectivas famílias.
Maria José Fernandes destacou que no ano lectivo de 2020 /2021 formaram-se no IPCA 876 estudantes.
“É razão para dizer que o IPCA tem ido tão longe no cumprimento da sua missão! E a sociedade reconhece esse papel”, disse Maria José Fernandes.
Lembrando que a conclusão do curso não significa um afastamento da vida académica e da formação contínua, a presidente do IPCA desafiou os recém-formados a permanecerem ligados à instituição. “Queremos que levem, com esta carta de curso o sentido de pertença a esta comunidade e que transportem com ela, com orgulho, os valores e a missão do IPCA. Quero, e espero, que a ligação que estabeleceram com o IPCA e que o valor da formação que aqui receberam se prolongue na vossa vida por muito tempo. A formação terá que estar sempre presente nas vossas vidas”, disse Maria José Fernandes.
A presidente do IPCA espera ainda que os ex- alunos se mantenham disponíveis para ajudar os actuais estudantes. “Ainda este ano iremos lançar o desafio aos nosso alumni de pertencerem a rede de mentores de estudantes, apoiando assim, os estudantes, futuros diplomados na integração do mercado de trabalho”, desejou Maria José Fernandes.
A responsável máxima do IPCA lembrou que a instituição de ensino dispõe de mecanismos que apoiam a integração dos estudantes no mercado de trabalho.
O presidente da Associação Académica do IPCA, João Pedreo Pereira, frisou que “a formação académica compensa” e lembrou que “cada estudante é uma marca de excelência” do IPCA.
João Pedro Pereira também desafiou os recém-formados a apostarem na “formação ao longo da vida”.
As cartas de curso foram entregues aos diplomados com os graus de mestrado, licenciatura e aos titulares dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP). A cerimónia começou com um momento musical proporcionado pelo Grupo de Fados do IPCA e encerrou com as actuações da Tuna Feminina e da Tuna Mista do IPCA.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho