Correio do Minho

Braga,

- +
Barcelos: Pressão para incluir Hospital no Orçamento
Caminho Braga-Santiago na lista para homologação

Barcelos: Pressão para incluir Hospital no Orçamento

SC Braga tem de estar ao 'melhor nível' para vencer o Estoril

Barcelos: Pressão para incluir Hospital no Orçamento

Cávado

2021-10-20 às 06h00

Rui Serapicos Rui Serapicos

Mário Constantino evidencia ao Correio do Minho receios de que daqui a seis anos os fundos comunitários “poderão escassear”.

Mário Constantino revelou ao Correio do Minho, na primeira entrevista após a posse como presidente da Câmara Municipal de Barcelos, que tem conversado com deputados no sentido de “pressionar” de modo a incluir no Orçamento do Estado a obra do novo hospital de Barcelos.
“Algumas coisas não são com o orçamento municipal, dependem da comparticipação do Estado. Há pouco falava com os senhores deputados, do Bloco de Esquerda e do Partido Socialista e do PSD, naturalmente, e dava--lhes conta que vou contar com eles para em conjunto pressionarmos o governo no sentido de incluir o hospital ja neste Orçamento do Estado”, declarou, quando questionado se poderá concretizar ideias enunciadas, minutos antes, no seu primeiro discurso (ver adiante).
“Eu quando faço este elenco de sonhos e de compromissos é porque sinto a urgência que nós temos um caminho de seis anos para fazer um conjunto de coisas, porque depois os fundos comunitários poderão escassear”, explicou.
Indagado sobre o que gostaria de fazer já no início do mandato, Constantino apontou o concurso público para fecho da circular urbana. “Não sei em que ponto está. Outro dossier é a questão da água. Enquanto a água não for resolvida, vamos ter desconforto por não saber o impacto no Orçamento Municipal. E o hospital. São as três preocupações no imediato”.
Minutos antes, no discurso de início de mandato, definiu prioridades como a captação de investimento e a inclusão com recurso a “formas de comunicação expeditas” da população nos desígnios do concelho.
Às juntas de freguesia apontou delegação de competências e iniciativas para a coesão territorial e “correcção das assimetrias que ainda existem”.
Do governo disse esperar o apoio em investimentos como o novo hospital, eliminação das passagens de nível, nós de ligação à A3 da Pousa ou na Lama e à A7 em Negreiros ou Macieira e também na rede de internet 5G.
O autarca enunciou intenções de avançar parcerias com Centros de Saúde e IPSS?de cuidados ao domicílio para os mais idosos e mais vulneráveis.
Na mobilidade Constantino apontou o fecho da circular urbana e a construção de variantes bem como a requalificação de vias degradadas e?a eliminação de passagens de nível na zona urbana e nas freguesias, nomeadamente em Arcozelo, Silva e Carapeços, Rio Covo Santa Eulália e Gamil.
Ainda neste âmbito, referiu o reordenamento de trânsito e de estacionamento para melhorar o fluxo automóvel, uma ligação da central de camionagem ao centro da cidade, a construção de um parque de estacionamento subterrâneo e uma rede de transportes públicos, um corredor verde ciclável e pedonal e uma ponte pedonal sobre o Cávado.
Num olhar ambiental, apontou a criação de ecovias, passadiços e reabilitação de edifícios públicos nas margens ribeirinhas.
A rede de água e saneamento, aumentando a taxa de cobertura é outra prioridade que Mário Constantino assumiu ainda ao fazer o seu primeiro discurso como presidente da Câmara.
No desporto referiu um centro de treinos junto ao Estádio Municipal, infra-estruturas de apoio a desportos náuticos e desportos de natureza, duas piscinas, uma a norte e outra a sul e zonas de lazer e desportivas na rente ribeirinha.
O autarca aludiu ainda ao património arqueológico do concelho “abandonado”, apontando a ideia de criar acessibilidades e rotas de visitação.
Anunciou ainda incentivos ao rendimento jovem e fixação de jovens nas freguesias e criar uma agência de investimento de modo a tornar Barcelos um concelho mais amigo do investimento e um gabinete de apoio ao empreendedorismo e à internacionalização.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho